UNIDOS SOMOS INVENCIVEIS


Página dedicada aos ex - militares do Batalhão de Caçadores 3840, que tiveram por divisa “UNIDOS SOMOS INVENCÍVEIS”.

Passaram-se 35 anos e continuam a recordar o que de bom se passou.

Nestas linhas queremos homenagear aqueles que decorridos tantos anos, com as dificuldades da vida se encontram para recordar amigos e companheiros. Também para aqueles “que da lei da morte se foram libertando” e “no assento etéreo vão subindo” nós vamos lembrando “seus feitos valorosos”


DIÁRIO DE UM COMBATENTE

DIÁRIO DE UM COMBATENTE

Se me perguntarem por que razãoescrevi este diário, hoje não sei responder.
Tenho pensado muito no assunto e, a esta distância, só vejo uma explicação: talvez, no meu íntimo, eu percebesse que estava a viver momentos de tal maneira marcantes na minha vida que teria que os registar para sempre.
De qualquer forma, o caderno onde escrevi este diário ficou muitos anos esquecido.
Esteve guardado no baú das coisas de pouca serventia, mas também no baú da memória.
Só quando, passado muito tempo, as minhas noites deixaram de ser atormentadas com as imagens da guerra, que me visitavam em forma de pesadelo, é que ganhei coragem para o reler. Tive, então, uma enorme surpresa: uma grande parte dos episódios que anotara no diário tinha-se desvanecido na memória. Foi nessa altura que pensei naqueles que comigo viveram aquelas situações e achei que seria interessante publicar um dia aquelas memórias, para que não se perdessem para sempre.
Projecto sucessivamente adiado, entendo ser agora boa altura para o fazer. Desejo dedicar este modesto contributo à preservação da memória a todos os elementos do B.Caç.3840 e, por elementar justiça, de uma forma muito especial
àqueles que estiveram a meu lado em todas as situações relatadas: os bravos elementos do 1º Grupo de Combate
da C.Caç.3347.
Manuel António Santos

Dia 31-05-1971, segunda-feira, 3º dia em Mucondo
Tive o meu baptismo de fogo. Fui numa coluna à fazenda S. Paulo e, a um quilómetro de lá chegarmos, fomos atacados com fogo de pistola-metralhadora, enquanto a fazenda era simultaneamente flagelada. Ripostámos e durante 45 minutos houve fogo dos dois lados. Atravessámos a pé e a correr a ponte que existe antes de chegar à fazenda e até lá não mais se ouviu fogo. No reconhecimento que depois de fez, nada se apurou. De tarde fui noutra coluna à roça Caiado e depois ao Dange esperar duas camionetas civis. Nada de especial se
passou, somente cheguei arrasado.

Dia 02-06-1971, Quarta-feira, 5º dia de guerr
Fui numa coluna composta por cinco unimogues fazer reconhecimento à áreade Quimbage, ponto de concentração
dos quartéis do M.P.L.A. Tínhamos percorrido algumas centenas de metros numa picada antiga e já quase coberta
de capim, quando ouvi um estrondo enorme acompanhado por uma nuvem de pó negro. Saltámos das viaturas e, ao mesmo tempo que montávamos segurança à retaguarda porque éramos os últimos, ficámos todos numa enorme ânsia de saber as proporções do ocorrido. Um cabo a meu lado, dos velhinhos, começou a futurar o pior. Mas a boa notícia chegou: não havia vítimas. Tinha sido uma armadilha montada pelos gajos que foi accionada pelo rodado traseiro dum unimogue da frente. A viatura foi projectada alguns metros para a frente e os seus ocupantes foram impulsionados para o ar. Apesar de no local ter ficado um “buraquinho” com três metros de diâmetro e dois de fundo, ninguém se feriu.
Regressámos em seguida ao quartel e chegámos por volta das 17 horas.

Dia 04-06-1971 – 1ª Operação;
Zona: fazenda Caiado; duração: 2 dias
Dia 16-06-1971 – Novo ataque a S. Paulo
Foram solicitados os nossos serviços e para lá partiu o 4º Grupo de Combate que suportou durante hora e meia fogo
inimigo. De novo os turras montaram uma emboscada para quem socorresse a fazenda.
Terminada a “festa”, verificou-se que da nossa parte não tinha havido problemas e presume-se que eles tiveram pelo menos alguns feridos.

Dia 17-06-1971 – 2ª Operação;
Zona:Dange; duração 2 dias
Dia 18-06-1971
Percorremos vários quilómetros até chegar ao Dange, onde íamos aguardar o transporte para o Mucondo. Tínhamos
passado a noite na mata e embora o percurso fosse difícil, acabei por me rir várias vezes, porque os tombos sucediam-se
e ver um fulano rebolar, com toda a tralha toda atrás de si, tem a sua piada.
Saímos às três da tarde do Dange e surgiu então o primeiro contratempo: uma Mercedes avariou e teve que ser rebocada pela Berliet da frente, onde eu ia com a minha Secção. Mais adiante avariou um unimogue, que passou a ser rebocado por um outro. Parámos amiudadas vezes e a coluna passou a andar morosamente.
Ao passar por um morro que se levantava à nossa direita, verifiquei que o gajo da metralhadora apontava para o lado contrário e gritei-lhe “para ele virar aquela merda para o morro”.
Tinham passado por esse mesmo local já três viaturas (a minha Berliet e a Mercedes que rebocava, mais um outro
unimogue) , quando a quarta viatura – unimogue – accionou uma mina. Houve grande estrondo e como ia bastante à frente, deixei parte do meu pessoal a montar segurança e com a restante malta corri para o local do acidente. Aí, os ocupantes do unimogue atingido espalhavam- se pelo chão e queixavam-se com dores. A viatura, ao lado do buraco
deixado pela mina, tinha a parte da frente em mísero estado.
Seguiram-se momentos de inquietação e começaram a prestar-se os primeiros socorros. Faltavam armas e equipamentos também. Enquanto se montava segurança em todas as direcções (o Tavares foi para o morro com a sua Secção), comunicava-se pelo rádio o ocorrido para o quartel. Mais tarde chegou o Capitão com mais um grupo de combate e tratou-se de rebocar o unimogue sinistrado. Ao mesmo tempo, o médico verificava não haver feridos graves, e o pior ainda era o Jesus enfermeiro, que tinha um profundo buraco na “pinha”.
Finalmente seguimos em marcha muito lenta para o quartel, onde chegámos às 23 horas. Tínhamos demorado oito horas a fazer 26 km. Chegou-se à conclusão que os gajos tinham no local uma emboscada montada, mas tiveram medo de entrar em acção.
Ah, é verdade, nesse dia fazia anos. Era meia-noite quando comecei a jantar e então, com o Capitão, oficiais, sargentos e furriéis, houve uma pequena festa.
O Martins tinha preparado tudo e até flores havia a decorar a mesa. Ofertaramme uma garrafa de aguardente “Fim de Século, e quando às duas horas me deitei, estava arrasado física e moralmente. Assim se passou mais um dia de guerra.

Dia 28-06-1971 – 3ª Operação;
Zona: Roça Luís Filipe; duração 3 dias
Esta operação teve por objectivo reabrir a picada onde os elementos do Batalhão “Sus... a eles” construíram uma pista. Fomos três Grupos de Combate e o Capitão também tomou parte na operação. Os sapadores construíram uma ponte e ainda improvisaram mais duas para as viaturas passarem os rios que íamos encontrando. Não chegámos ao términus devido às dificuldades com que nos fomos deparando. Por exemplo, perdemos um dia a serrar uma enorme árvore que estava atravessada na picada e acabámos por deixá-la no mesmo sítio.
Uma carga de trotil que se empregou, apenas lhe tirou um bocado de casca...
O meu Grupo, a pé, ainda foi quase até ao objectivo, mas voltou ao encontro das viaturas e do resto da malta.
A zona é bastante perigosa, e segundo informações de um gajo que se entregou, há lá um quartel turra – Mucondo -, que tem 70 mamíferos com armas.
Além desse, há também nas imediações o Mufuque, que já foi bombardeado por nós, mas os gajos ainda lá estão. Encontrámos ainda muitas lavras e pegadas recentes. Um telegrafista dos Cavaleiros,nesta zona , ficou sem um pé.
Dormi duas noites na mata e ao terceiro dia voltámos a pé até ao local onde fomos recolhidos.

Dia 04-07-1971 – 4ª Operação;
Zona: S. Paulo; duração 3 dias
Fomos largados na fazenda Daladiatapara, a partir daí, batermos a zona até S. Paulo. A operação decorreu normalmente e por várias vezes passámos nos locais onde eles montaram as emboscadas anteriores. Na picada, vimos pegadas muito recentes dos gajos e, numa casa abandonada no cimo de um morro, avistámos cascas de laranja também recentes, o que prova que tinham estado lá há bem pouco tempo.
Na casa em ruína, liam-se algumas inscrições: dos nossos -”Os da UPA são todos uns filhos da puta”; deles - “Nós sabemos que somos mais fracos, mas o pouco com Deus é muito e o muito sem Deus é nada” e ainda “Portugueses, por que não deixais o povo angolano em paz?”, etc.
Ao patrulharmos a tonga, estivemos na eminência de apanhar umas rajadas, porque os Voluntários que estavam a fazer segurança aos bailundos que colhiam café, viram mexer e já estavam atrás de uma camioneta com a arma em posição.
No último dia, quando aguardávamos as viaturas para o regresso, almoçámos em S. Paulo a convite dos gerentes da
fazenda. No almoço, além de mim, estiveram o Tavares, o alferes Gonçalves, o Reis, o Leal e o alferes Baptista. Falou-se sobre cobras e fiquei a saber que a cobra do café – verde e fininha - , dependura- se nas folhas e quando pica a cabeça de um parceiro não há remédio que lhe valha. A surucucu – pequena, grossa e às pintas pretas - não faz mal nenhum, salvo se for pisada. Neste caso, pica imediatamente e só há salvação se se fizerem logo dois profundos golpes à volta da parte atingida. É muito sorna e só se desloca dois a três metros por dia. Falou- se ainda na formiga maconde, que quando resolveu ir à fazenda matou galinhas, patos e pombas.
O meu Grupo e o 2º voltaram a Mucondo sem mais problemas.

Dia 12-07-1971 – 5ª Operação;
Zona: Sande; duração 3 dias
Saíram, o meu Grupo, o 4º e o pelotão da 46 e fomos largados na fazenda Sande. Patrulhámos toda a zona e no terceiro dia fomos recolhidos pelo 2º Grupo na picada para o Dange.
Nada de especial a assinalar, a não ser que nos fartámos de andar e chegámos mesmo a ficar perdidos na mata. O
Capitão alinhou nesta operação.

Dia 16-07-1971
O meu Grupo foi ao Dange para trazer duas camionetas civis. Vinte metros depois de passar a ponte que existe antes do Dange e a poucos metros de uma grande ribanceira, um unimogue, inexplicavelmente, enfiou pelo capim dentro.
Parte do pessoal saltou, os outros caíram no capim. Os ferimentos foram ligeiros, mas o azar foi que no local havia “feijão maluco”, que é uma vagem que quando seca larga uns pêlos finíssimos que provocam uma comichão insuportável.
Todo o pessoal ficou à rasca, tiveram que se despir até, e quando chegaram ao quartel alguns levaram injecções.
Por brincadeira, puseram um pouco de “feijão maluco” na cama do Reis e como resultado ele rabiou a noite inteira.
Resumindo, nem só a guerra nos causa arrelias...

Dia 04-08-1971 – 6ª Operação;
Zona: Dange; duração 4 dias
Nesta operação tomaram parte o meu Grupo, o Segundo e alguns homens do Quarto. Como o alferes Gonçalves teve
que ir para Luanda, eu é que comandei o meu Grupo.
No primeiro dia nada de especial se passou. No segundo, andámos bastante e a certa altura começámos a notar indícios da presença do in. Na confluência de dois rios, numa porção de terra que se assemelhava a uma ilhota, fomos encontrar um acampamento onde os gajos tinham estado algumas horas antes. Havia ainda inúmeras fogueiras acesas (onde aquecemos as nossas rações de combate) e restos de ração de combate nº 30 (!), cascas de bananas, mandioca, milho, feijão, etc. Pelas fogueiras e também pelas camas, verificámos que eram mais de cem turras.
Escusado será dizer que poucos dormiram nessa noite. Nas árvores havia inscrições deles, com nomes e outras indicações. Eu acabei por dormir na cama onde horas antes tinha dormido um turra.
De noite, nada de espacial se passou e partimos às sete da manhã para continuar a operação.
Logo nos apercebemos da existência de um trilho muito batido e usado ainda recentemente. Abandonámos o trajecto que seguíamos e tomámos o trilho, na certeza que mais tarde ou mais cedo ia haver merda. O trilho principal tinha muitas
ramificaçõs ( para despistar) e durante muito tempo seguimo-lo sem resultado.
Entrámos numa linha de água e a certa altura eu, que ia atrás com o meu Grupo, ouvi fogo nosso. Seguiu-se depois fogo de Mauser e rajadas de pistola metralhadora. Só soube do que se passava, quando cheguei à frente e vi uma Mauser capturada e me disseram que, pelo menos, tinham lerpado um. Segui então à frente com a minha Secção, enquanto o alferes Baptista fazia um pequeno reconhecimento no local.
Continuámos a progressão, sempre à espera de mais “festa” que, no entanto, não chegou a surgir. Verificámos que se tratava de um grupo de cinco gajos que quando nos viram fugiram, disparando de vez em quando para trás. Só que
aquele que lerpou, não foi suficientemente rápido e o André – Cabo preto – não esteve com meias medidas.
Depois de tudo isto, iniciámos uma penosa jornada de regresso até ao local onde seríamos recolhidos. Todos eatavam rebentados e chegou-se a pedir para se terminar a operação um dia antes, o que não foi autorizado.
Quando eu e os homens da minha Secção, que seguíamos à frente, chegámos à picada – cansados, sujos e molhados
- foi como se atingíssemos o Paraíso.
Fomos finalmente recolhidos e a nossa chegada ao Mucondo foi quase triunfal, pois contribuímos para o primeiro êxito militar, não só da Companhia como do Batalhão.
Manuel António Santos
- CONTINUA –

Imaginem um dos nossos que, depois de regressar de Angola, perdeu completamente o contacto com todos os camaradas de armas.
Alguém que a partir de certa altura, como aconteceu com quase todos nós, sentiu uma irresistível necessidade de matar saudades, trocar desabafos e apaziguar angústias com aqueles que tinham vivido as mesmas situações traumáticas da guerra, e que por esse facto seriam os únicos que o poderiam compreender e ajudar.
O mesmo que tentou, até por aconselhamento médico, restabelecer esses laços afectivos, mas que viu todas as tentativas que fez revelarem-se infrutíferas.
Que esperou ansiosamente, durante anos, pelo dia 10 de Junho, para se deslocar às cerimónias do dia do Combatente, na esperança vã de encontrar algum camarada conhecido.
Pois esse nosso antigo companheiro nunca desistiu dos seus intentos e finalmente, ao fim de trinta e tal anos, conseguiu graças à internet descobrir maneira de contactar com gente do Batalhão.
Estabelecido o precioso contacto, começou por receber o nosso Boletim, e foi emocionado que leu o Diário onde recordou uma das principais operações em que tinha tomado parte (mais tarde confessou que enquanto lia as lágrimas não lhe pararam de correr). Entusiasmado, quis logo fazer a marcação para o Encontro que se avizinhava. Deram-lhe o contacto do furriel do seu grupo, que vivia na sua zona, e combinaram a boleia (na véspera do Encontro, disse mais tarde, portou-se como um puto e não conseguiu dormir). E no local combinado, quando se encontraram, o abraço que deram foi tão efusivo, que quem os visse ficaria a conjecturar a razão de tal entusiasmo.
Quando chegou, não conseguiu disfarçar a sua emoção. Abraçou os antigos camaradas, mostrou fotografias, falou com toda a gente, querendo sofregamente compensar os anos perdidos.
No fim do Encontro, quando lhe perguntei se tinha correspondido às suas expectativas, não precisava de ter respondido. O Azeredo exultava de felicidade.

Dia 11-10 -1971 – 10ª Operação; Zona: Catoca; duração 3 dias
Nesta operação fui a comandar o meu Grupo e fomos largados, mais o 2º e 3º Grupos, na Cova das Pacaças.
Apanhámos logo um trilho que nos levou, ainda nesse dia, a uma lavra (já conhecida) do Catoca.
Dormimos em plena lavra e nada de especial aconteceu.
Depois de várias voltas, tomámos o trilho de regresso, que já utilizáramos na operação anterior, e viemos sair perto da ponte do Luíca, onde fomos recolhidos pelo 4º Grupo.

Dia 29-10-1971 – 11ª Operação; Zona: MPLA; duração 2 dias

Fomos largados, com o 4º Grupo, no Sande.
Seguimos um trilho que vai dar a vários quartéis do MPLA (Haiti, Bolívia, Tanzânia, etc.).
Ao fim da tarde, topámos uma cubata de uma sentinela, com indícios de presença recente – fogueira acesa, dendê, latas, uma garrafa… - pelo que resolvemos logo montar lá uma emboscada, na esperança que o gajo (ou gajos) voltasse.
Fiquei emboscado três horas, com mais cinco homens, mas sem qualquer resultado.

Estava já escuro, quando o resto do Grupo nos veio recolher, para seguirmos para o local onde passaríamos a noite, que supostamente o 4º Grupo já devia ter escolhido.
Foi com enorme dificuldade que chegámos até eles, e então demos conta que não tinham arranjado sítio para ficarmos.
O tempo entretanto começou a ficar feio, e a chuva estava iminente. Desenrascámo-nos o melhor possível e eu, por exemplo, fiquei num local totalmente inclinado, onde não podia esticar as pernas, se não batia com elas na cabeça do Eusébio.
Seguiu-se o esperado vendaval, com chuva a cântaros, trovoada e relâmpagos, mesmo em cima de nós. Quer pela incómoda posição, quer por causa da chuva que entrava por todos os lados, quase não dormi e foi mesmo, até à altura, a pior noite que passei na mata.
O meu jantar foi um bocado de casqueiro e água. A noite nunca me pareceu tão longa mas, finalmente, chegou a manhã e às oito horas iniciámos a marcha de regresso.
Embora completamente arrasados – nunca senti tanto calor – finalmente chegámos ao Sande, onde bebi umas cervejas e uns whiskies, enquanto não chegava a coluna com o 3º Grupo, que nos recolheu.
Segundo depois me informaram, também tinha havido temporal no Mucondo, que até arrancou uma árvore, chapas dos telhados, uma pesada tampa do depósito da água, etc.

12-11-1971 – 12ª Operação; Zona: MPLA; duração 3 dias

Iniciámos a operação na picada do Quijoão. Para esta operação foram dois grupos de combate – o Primeiro e o Quarto. Para fugirmos da vista de uma sentinela, que o guia disse haver próximo, logo entrámos na mata. Ainda de manhã, topámos algumas cubatas de sentinelas, pegadas do próprio dia, e várias covas de lobo, quase todas com paus bastante afiados no fundo.
Ao início da tarde, encontrámos um trilho batidíssimo e, pouco depois de entrarmos nele, ouvimos um tiro, de certo de uma sentinela que nos avistou. Prosseguimos no trilho e fomos dar ao quartel turra de nome Bolívia, que a Companhia anterior à nossa tinha destruído. Montámos o dispositivo para passar a noite nesse mesmo local, no meio das cubatas arruinadas.

Dia 13-11-1971 (sábado)

Eu e o alferes Silva tínhamos construído, com os ponchos, uma pequena barraca onde, pelas cinco e meia da manhã, despertei ao som de rajadas. O Duarte, do meu grupo, estava de sentinela e ao olhar em frente, a uns quinze metros, viu um turra latagão já com a Mauser apontada. Precipitadamente, pôs a arma em rajada e atirou-lhe, o mesmo fazendo mais uma série de malta. O gajo, no entanto, pôs-se nas putas, devendo ter apanhado o maior cagaço da vida dele.
Arrumámos logo as coisas e seguimos no trilho, prontos para o que desse e viesse. Andados uns quinhentos metros, mais um tiro de uma sentinela se ouviu, este já próximo das lavras, a que chegáramos entretanto. Mais à frente, outro balázio, este já por cima da malta. Logo adiante, encontrámos o acampamento onde, além de tábuas escritas com indicações importantes, galinhas, colheres, uma cadeira rotativa metálica e um cão, mais nada encontrámos.
Deitámos fogo àquela merda toda e depois voltámos atrás, pensando no regresso.
Apanhámos a picada abandonada do Quimbage, onde, a certa altura, vimos o buraco da primeira mina que nos rebentou.
Chegámos finalmente ao local onde tínhamos sido largados, onde comunicámos para o quartel a perguntar a possibilidade de sermos recolhidos nesse dia. Responderam afirmativamente, mas o ponto de recolha só era possível para lá do Quicunzo.
Fizemos mais uma maratona até lá, debaixo de um calor escaldante. Era já noite, quando o 3º Grupo nos recolheu.
Nesta operação quem foi no meu pelotão foi o alferes Aparício, e no 4ª o alferes Silva. O Tavares estava de férias.

Manuel António Santos

- CONTINUA –

Chega ao fim a transcrição deste Diário que veio sendo publicado nos últimos números do nosso Boletim. É certo que na segunda parte da comissão, já nas Mabubas, também se chamavam operações a umas voltitas que dávamos ao redor da barragem, mas desses passeios só me lembro das noites abafadas e dos milhões de mosquitos que, se não tivéssemos redes mosquiteiras, nos sugariam até ao tutano. O barulho que faziam, no silêncio da noite, fazia lembrar um ataque da aviação.
Modéstia à parte, a narrativa que recuperei do caderno que esteve tantos anos propositadamente esquecido, teve dois fins meritórios. Em primeiro lugar, fez lembrar àqueles que viveram as situações descritas os pormenores que o tempo já inevitavelmente tinha transformado numa nebulosa e que, inexoravelmente, acabariam um dia por se perderem para sempre. Por outro lado, talvez o facto mais importante tenha sido dar a conhecer a quem teve a felicidade de não imaginar sequer a realidade de uma guerra – a mais estúpida das coisas estúpidas – as situações a que estiveram sujeitos milhares de jovens que foram obrigados a entrar numa guerra que não queriam e que nada lhes dizia.
E esses jovens foram uns heróis. Não porque tivessem ganho qualquer guerra, mas porque apesar da verdura dos seus vinte anos, quase todos conseguiram vencer as vicissitudes para que foram empurrados.
Suportaram o frio e o cacimbo das noites dos Dembos, o calor sufocante e o cansaço durante caminhadas de dias inteiros, dormiram nos sítios mais incríveis, umas vezes no meio da bosta de elefantes e de outros animais, outras sob temporais medonhos com chuva diluviana e trovões e relâmpagos próprios do clima de África.
Sofreram com a fome e da sede ficaram a saber que é a necessidade primária que o indivíduo mais dificuldade tem em suportar. Com os cantis vazios e sem se saber quando vai ser possível voltar a encontrar água, o cérebro entra em parafuso e beber passa a ser uma obsessão.
E passaram por situações limite quando sentiram aquele que deve ser o pior dos medos: a sensação horrível de sentir o silvo rasante de uma bala.
E outros medos com minas a rebentar e emboscadas na picada ou dentro da mata. E experimentaram algo que, se possível, ainda é pior que o medo: a tensão, quando se espera um ataque que se sabe que vai acontecer, podendo até ser no segundo seguinte.
Atravessaram rios caudalosos, penetraram na mata virgem e foram atacados por formigas e outra bicharada.
No entanto, com um espírito que não foi só de camaradagem e amizade, mas sim de verdadeira irmandade, tudo venceram.
E, como o último parágrafo deste Diário curiosamente descreve, ainda tiveram ânimo e disposição para brincar com as adversidades. Gente formidável
Manuel António Santos


Dia 18-02-1972 – 16ª Operação (Operação Facada) Zona:
Campo de Majores; duração 4 dias.
Actuaram desta vez o 1º, 2º e 4º Grupos, que foram
largados na Ponte Totobola.
A picada até lá é péssima e a zona não é nada convidativa. Está lá destacado um pelotão da Companhia do Piri e as suas instalações são construídas inteiramente em cimento armado.
Algumas horas antes da nossa largada, muito perto do local em que apeámos, tinha rebentado uma mina à Companhia do Sus…a eles, que
esteve no Mucondo, e tinha morrido um soldado que eles vieram trazer ao
destacamento para prosseguir a operação.
Seguimos um trilho que acompanhava o Dange, e no mesmo dia já tínhamos apanhado dois gajos e sido detectados.

Dia 19-02-1972

Embora estivesse previsto atacar o objectivo no dia seguinte, resolveu-se arrumar o assunto o mais depressa possível.
Atacámos primeiro o Hanói 1, onde embora fossemos recebidos com tiros entrámos a matar com rajadas de G3 e granadas defensivas.
Depois de destruir toda aquela porcaria, seguimos para o Hanói 2 que ficava a duas horas de caminho.
Cedo começou a festa, com os gajos dispostos a não nos querer deixar entrar.
Nestes dois quartéis, os cabrões têm 19 armas e é lá a sede do M.P.L.A., funcionando ainda como campo de instrução.
Respondemos com rajadas, granadas e morteiradas, e só com muito custo é que conseguimos expulsar os gajos. Foi um tiroteio do caralho, talvez até a situação em que houve mais barulho. Aliás, isso compreende-se, até porque desde 1969 ninguém tinha conseguido lá entrar.
Apanhámos uma Mauser e uma granada defensiva, e como o pessoal estava todo rebentado, pedimos a recolha para o dia seguinte, o que só veio a acontecer na manhã de 21, sendo um grande alívio quando apareceram os
hélis para nos levar.

Dia 28-02-1972 – 17ª Operação; Zona: S. Paulo; duração
3 dias

Constou de patrulhas e emboscadas na área.
Uma operação porreira, a lembrar os “belos tempos”.
Tomaram parte o 1º e 3º Grupos.

Dia 11-03-1972 – 18ª Operação; Zona: Caiado; duração 2 dias

Tratou-se de um reconhecimento onde, na ante-véspera, os Voluntários tinham tido uma emboscada onde lerpou um e quatro ficaram feridos.

Dia 15-03-1972

Íamos a S. Paulo largar o 2º e 4º Grupos, quando a dez minutos do quartel nos rebentou uma mina.
Houve feridos, mas ligeiros. Voltámos atrás para rebocar a viatura atingida. Seguimos meia hora depois, mas não houve mais problemas.
A viatura que acionou o engenho (de fraca potência) ia em 2º lugar, atrás da Berliet. Eu seguia na última, também uma Berliet.

Dia 10-05-1972 – 19ª Operação; Zona M.P.L.A.; duração 4 dias

Foram três Grupos com bailundos para cortar milho e mandioca nas lavras.
No regresso, o 4º Grupo, quando nos ia recolher, rebentou mais uma mina que provocou um ferido – o Fernandes – que foi para Santa Eulália e posteriormente para Luanda.

Dia 26-05-1972 – 20ª Operação; Zona Campo de Majores; duração 3 dias

Tomaram parte nesta operação o 1º, 3º e 4º Grupos.
Fomos lançados de héli às 11:40 e às 12:20 estávamos a entrar no acampamento.
Pelo caminho houve a festa habitual e numa das vezes o Gomes, do 3º Grupo, apanhou um tiro no bolso das calças do camuflado!
À entrada, os gajos fizeram bastante fogo, mas conseguimos pô-los nas putas.
No regresso, viemos ter à Ponte Totobola e dormimos uma noite – com muitos mosquitos – no fortim que está lá a guardar a ponte.

Dia 04-06-1972 – 21ª Operação; Zona Matete (UPA);duração 4 dias

Actuámos, juntamente com a Artilharia, no corte de lavras.
Cortaram-se milhares de pés de mandioca e jinguba.
Não fomos chateados durante os quatro dias, ao contrário da outra Companhia.
Tivemos que atravessar por duas vezes um rio com grande caudal, o que se tornou difícil, de tal maneira que alguns caíram com toda a tralha dentro de água, para gáudio do resto da malta.

FIM

Manuel António Santos

BATALHÃO DE CAÇADORES 3840

MOBILIZAÇÃO, COMPOSIÇÃO E DESLOCAMENTO PARA A REGIÃO MILITAR DE ANGOLA

MOBILIZAÇÃO E INSTRUÇÃO

1 – MOBILIZAÇÃO:


- O B.Caç 3840 tem como Unidade Mobilizadora o Regimento de Infantaria nº 16, aquartelado em Évora;

- De 18 a 26 de Fevereiro de 1971. foi o período destinado à concentração e organização;

- No dia 1 de Março de 1971 apresentou-se no R.I. 16 o Exmº Comandante do Batalhão – Tenente Coronel de Infantaria António Fernandes da Graça, vindo da RSP/DSP/ME, onde se encontrava a prestar serviço;

- Os oficiais e sargentos, nomeadamente os atiradores e de armas pesadas, com excepção do Snr Capitão Comandante da C.Caç 3346, estiveram presentes desde o início da E.R., admitindo, assim, que o enquadramento obtido se possa considerar regular;

- O pessoal que constitui o Bcaç 3840 é oriundo de quase todas as regiões do país, predominando, no entanto, na tropa combatente, elementos dos distritos do Porto e Braga;

- Em conformidade com os actuais Q.Orgânicos, o Batalhão recebeu, já no Campo Militar do Grafanil as praças Ultramarinas (NA) “Atiradores” destinadas às Companhias Operacionais e que constam na “Composição”. Pertencem ao R.I. nº 22 e ficaram na situação de diligência nas diferentes Companhias do Batalhão;

2 – INSTRUÇÃO:

a . Escola de Recrutas e Escola de Cabos

- Funcionou no R.I. 16, iniciando-se em 30 de Novembro de 1970 e terminando em 19 de Fevereiro de 1971. Tomaram parte na E.Recrutas o Director da Instrução – Exmº Major de Infantaria Arnaldo Manuel Serra Gomes, os Comandantes de Companhia:

- CCS – Sr Capitão Graduado Fernando António Ramos;

- CCaç 3347 – Sr Capitão Graduado Manuel Camara Rodrigues;

- CCaç 3348 – Sr Capitão Graduado Manuel Ambrósio de Morais Freitas; e bem assim os subalternos e graduados atiradores e de armas pesadas.O Comandante da CCaç 3346 apresentou-se mais tarde, tendo baixado ao H.M.P. e posteriormente considerado apto para os serviços auxiliares, pelo que o comando desta Companhia foi entregue ao sr Asp.Of.Miliciano António V.C.Lemos Peliz. Ministraram-se, durante o período referido, as especialidades de “Atiradores”,“Armas Pesadas” , “Corneteiros” e “Auxiliares de Cozinheiro”. Nos diversos Centros de Instrução do país ministraram-se os ensinamentos referentes às restantes especialidades . Terminada a Instrução Especial o pessoal mobilizado entrou de férias do Carnaval por 3 dias.

b. Instrução de Aperfeiçoamento Operacional

- Esta instrução decorreu nos arredores de Évora, com exercícios de campo subordinados a temas que visaram mentalizar todo o pessoal para o género de luta que futuramente lhes iria ser exigida. Foram conseguidos bons resultados em virtude do cuidado, dedicação e interesse que todos, instruendos e instrutores, puseram na execução dos vários temas elaborados. A 1ª parte da referida instrução decorreu de 1 a 20 de Março de 1971 e a 2ª parte de 21 de Março a 2 de Abril de 1971.

- Após a apresentação do Batalhão no CIM de Santa Margarida em 15 de Abril de 1971, data em que terminou o período de 10 dias de licença nos termos das NHCCMU, iniciou-se uma autêntica 2ª fase da I.A.º nas pistas de combate do referido Campo de InstruçãoMilitar, em virtude da data de embarque marcada para 17 de Abril, ter sido adiada para 15 de Maio de 1971.

É de salientar a excelente colaboração que logo, desde a primeira hora, foi prestada ao Batalhão pelo Comando e todo o pessoal do CIM, durante o período de estadia do Batalhão, que decorreu desde o dia 19 de Abrial até 14 de Maio de 1971, dado que a licença concedida foi prolongada até 18 de Abril, salienta-se a particular atenção ali havida com os elementos das várias especialidades, mormente rádio-telegrafistas, condutores e operadores cripto, que estiveram integrados em serviços das suas especialidades no CIM.

c. Aproveitamento

- Duma maneira geral toda a instrução ministrada atingiu a sua finalidade, sendo de salientar os exercícios realizados no campo e o das pistas de combate que tiveram importância fundamental para que todos os militares que neles tomaram parte enfrentassem situações que foram criadas com o fim de as aproximar o mais possível das que no Ultramar virão a surgir.

3 – CERIMÓNIAS QUE ANTECEDERAM O EMBARQUE:

  1. Em Évora
  2. - Benção e entrega do guião do Batalhão

No dia 3 de Abril de 1971 às 10h30 na Igreja de S.Francisco após celebração da missa e na presença de S.Exª o General Comandante da Região Militar de Évora, Exmº Comandante do R.I. 16, Comandante do Batalhão e outras individualidades civis e militares,procedeu-se à benção solene do Guião da Unidade, bem como de algumas imagens ofertadas pelo Movimento Nacional Feminino.

Após a cerimónia e já na parada do R.I. 16 com todas as companhias formadas, S.Exª o General Comandante da RME fez entrega do guião ao Exmº Comandante do BCaç 3840

Seguiram-se as palavras de entusiasmo e apreço pelo esforço heróico das nossas tropas em serviço no Ultramar, bem como de apelo ao dever patriótico de cada soldado, em alocuções breves do Exmº Comandante do RI 16, seguido de S.Exª o General Comandante doRME.

Terminou o Exmº Comandante do Batalhão, que após ter apreciado e corroborado as palavras ali proferidas, agradeceu a colaboração de todos, em especial do pessoal do R.I.16.

O Batalhão apresentou-se na sua máxima força, desfilou então diante da tribuna onde estava presente para receber as honras do estilo S.Exª o General Comandante da Região Militar de Évora.

b . Em Santa Margarida (CIM

- O Batalhão recebeu a visita de S.Exª o General Comandante da Região Militar de Tomar que se deslocou ali expressamente para se despedir do Batalhão.

c. No Cais da Rocha do Conde de Óbidos

- Perante S.Exª o Brigadeiro José Lúcio Possidónio da Silva que se encontrava no cais de embarque para apresentar cumprimentos de despedida em representação de S.Exª o Ministro do Exército, as tropas desfilaram em continência, seguindo-se imediatamente o embarque, que ficaria concluido cerca das 12h00 do dia 15 de Maio de 1971.

4 – DESLOCAMENTO PARA A REGIÃO MILITAR DE ANGOLA

a. Em 13 de Maio de 1971 embarcaram no aeroporto de Lisboa em avião da FAP, com destino a Luanda o Exmº Comandante do Batalhão e o Exmº Major Adjunto, tendo desembarcado em Luanda em 14 de Maio.

Após contactos com as Repartições respectivas do QG/RMA, o Exmº Comandante foi informado que o Batalhão iria render o BCav 2909 que se encontrava sediado na AM1 cujo Comando estava a ocupar o Sub-Sector ZBA (ZEMBA) e tinha outras duas Companhias no Mucondo e em Cambamba.

b. Aos primeiros minutos do dia 15 de Maio de 1971 em conformidade com a ordem de deslocamento emanada da respectiva entidade militar o BCAÇ3840 Comandado pelo Exmº 2º Comandante Major de Infantaria João Maria Antunes, começava a ocupar o comboio especial estacionado na estação de Santa Margarida. Cerca das 2H00 do mesmo dia iniciava a sua marcha com destino à Rocha do Conde de Óbidos – Lisboa, onde chegou cerca das 6h30.

c. Após a cerimónia do desfile, já no cais de embarque, perante S.Exª o Brigadeiro José Lúcio Possidónio da Silva, o BCAÇ3840, já instalado no N/M/VERA CRUZ, rumava com destino a Angola pelas 151130MAI71.

d. Durante os 10 dias de viagem foi ministrada a todo o pessoal instruções sobre a profilaxia das doenças tropicais, acção psicológica, relações com as autoridades civis e populações, e bem assim o conhecimento das NEP em vigor na RMA.

e. Em 24 de Maio o BCAÇ3840 desembarcava no cais do Porto de Luanda, tendo seguido em Caminho de Ferro para o Campo Militar do Grafanil onde ficou instalado. Neste mesmo dia o Batalhão, juntamente com as Unidades que também desembarcaram vindas da Metrópole, desfilou perante S.Exª o 2º Comandante da Região Militar de Angola Brigadeiro Amélio Pereira da Conceição.

f. De 25 a 28 de Maio de 1971, o Comando, Estado Maior do Batalhão, Comandantes de Companhia, pessoal das especialidades de acordo com horário difundido pelo QG/RMA, contactaram com as várias Repartições e Chefias de Serviços, a fim de serem esclarecidos sobre a situação e desempenho das suas funções na RMA.

g. Durante o tempo de permanência no Grafanil o pessoal recebeu instrução de tiro e recebeu o equipamento e armamento individual.

Em 290500MAI71 partiu o 1º Escalão do BCAÇ3840 em coluna auto para a Zona de Operações, ocupando na AM1 o Sub-Sector “ZEMBA”, onde chegou cerca das 18h30 do mesmo dia.


h. Em 070500JUN71 partiu do CMGrafanil o 2º Escalão do Batalhão tendo chegado à AM1 Sub-Sector “ZEMBA” cerca das 18h30 do mesmo dia. Com a chegada do 2º Escalão o BCAV2909 é totalmente rendido no Sub-Sector “ZEMBA”, pelo que a responsabilidade do mesmo Sub-Sector passa para o BCAÇ3840 a partir de então (080000JUN71).


COMBATENTES DO B.CAÇ.3840

BATALHÃO DE CAÇADORES 3840

Comando

Comandante: Ten. Coronel Inf, António Fernandes Graça

2º Comandante: Major de Inf. João Maria Antunes

Estado Maior

Adjunto: Major de Inf. Arnaldo Manuel Serra Gomes

Oficial de Manutenção: Alf Milº SM José Horácio Saraiva de Moura

Médico: Alf Milº Médico Rui José Esteves Ferreira

Capelão: Alf Graduado Cap. António Joaquim Castro

Secção de Pessoal

Chefe: Tem SGE. Carlos da Graça de Sousa Vasconcelos

Auxiliar : 1º Sargento QSSGE João da Camara Lira Fernandes

Escriturário: 1º Cabo nº 08689270 António Manuel R. Luis

Escriturário: 1º Cabo nº 10820270 Francisco José da Mata Conceição

Escriturário (SP) 1º Cabo nº 01647570 Cristino Pereira Valente

Secção de Operações e Informações

Sarg de Oper: 1º Sargento Manuel dos Santos Coelho

Sarg de Inf: Fur Milº Francisco Gonçalves Paulino

Escriturário: 1º Cabo nº 04119070 João José C Vieira Nobre

Escriturário: 1º Cabo nº 07888970 Joaquim António Torres Pé~Leve

Secção de Reabastecimentos

Chefe: Alf Miº Carlos António Braga Bartosch

Auxiliar: Fur Milº Rui Alberto Cirne Deslandes Heitor

Escriturário: 1º Cabo nº 12412070 Horácio Sobral Cordeiro

Secção de Acção Psicológica

Sarg.A.Psico: Fur Milº César Augusto Farros Delgado

Aux. Serv. Religioso: 1º Cabo nº 19004770 Joaquim Guerreiro da Silva

CCS: Companhia de Comando e Serviços

Comandante

Cap Inf (Grad) Fernando António Ramos

Formação

Comandante: 1º Sarg Inf Mário Ramos Vieira

Secção do Comando

Escriturário: 1º Cabo nº 11203270 Jazelino Augusto Pires Marques

Quarteleiro: 1º Cabo ,nº 17401470 Fernando Cesar Pinto

Quarteleiro: Sold nº 08737270 Vitor Manuel Josué Gomes

Fiel Man Mun: 1º Cabo nº 08544270 António V.C. Matias

Corneteiro: 1º Cabo nº 10737270 Manuel Pereira Rosa

Corneteiro: 1º Cabo nº 08671170 António Augusto S. Adivinha

Corneteiro: Sold nº 08963670 Manuel António Silva Sim-Sim

Corneteiro: Sold nº 00809970 Francisco José B Fonseca

Ordenança: Sold nº 17092170 Joaquim Ramos Costa

Secção de Alimentação e Reabastecimento

Sarg. de Alim: Fur Milº Luis António Martins Marques

Cozinheiro: 1º Cabo nº 09855370 António José Cabrita Gonçalves

Cozinheiro: Sold nº 06111470 Filipe Joaquim

Cozinheiro: Sold nº 07222270 José António Duarte Quaresma

Aux Coz: Sold nº 05232770 Joaquim F Faria Alves

Aux Coz: Sold nº 03761970 José Marcelino Trigo Couto

Aux Coz: Sold nº 09714570 Elisário Maia Zambujo

Aux Coz: Sold nº 11233870 Domingos Pinho Silva

Aux Coz: Sold nº 13142170 Maximino Catita de Sousa

Caixeiro: 1º Cabo nº 03704070 António Cerqueira

Com e Lub: 1º Cabo nº 17610770 Sebastião Andrade Arantes

Serventes (Básico) Sold nº 02450470 Joaquim Silva Loureiro

Serventes (Básico) Sold nº 17424270 Manuel Lorenço Gonçalves

Serventes (Básico) Sold nº 17499270 Diamantino Elisário

Pelotão de Reconhecimento e Informação

Comandante: Alf Milº Carlos Alberto de Carvalho Martins Pintado

Secções de Reconhecimento e Informação

Comandante: Fur Miº Manuel da Conceição Costa

Comandante: Fur Miº Fernando Mendes Coutinho Rosa

Rec e Inf: 1º Cabo nº 05230170 Fernando da Conceição Agostinho

Rec e Inf: 1º Cabo nº 10860470 Manuel Alberto Soares dos Santos

Rec e Inf: 1º Cabo nº 11403370 Arlindo Ladeira Reis

Rec e Inf: 1º Cabo nº 11719570 Nuno Nunes Patrão

Rec e Inf: 1º Cabo nº 13883770 Joaquim dJorge Teixeira

Rec e Inf: Sold. nº 07037370 Joaquim da Rocha Silveira

Rec e Inf: Sold. nº 08791470 Carlos António Pereira Gouveia

Rec e Inf: Sold. nº 11392670 Fernando Esmael Borges Ramalho

Rec e Inf: Sold. nº 11410870 António Caçador Lopes

Rec e Inf: Sold. nº 11798770 Eduardo Cardoso Martins

Pelotão de Transmissões

Comandante: Alf Milº Rui Damião Peres Sotomayor

Secção de Centro de Mensagem e Cifra

Comandante: Fur. Miº Epifanio Salvador Fernandes

Cifrador: 1º Cabo nº 04688270 Rui Manuel Pereira Duarte

Cifrador: 1º Cabo nº 09833170 António Martins Remédio

Oper Mensg: 1º Cabo nº 06657170 Vicente Vassalo Gonçalves

Secção de Transmissões

Comandante: Fur Milº Benjamim Rodrigo Amorim Leite

Radiotelegrafista: 1º Cabo nº 11502970 Raul Martins Francisco

Radiotelegrafista: Sold nº 03348570 nJosé João Picado S Ribeiro

Radiotelegrafista: sold nº 043083270 Claudino Mendes Teixeira

Radiotelefonista: 1º Cabo nº 08474970 José Augusto Manhita Salgueiro

Radiotelefonista: 1º Cabo nº 11217870 Joaquim Manuel S Caeiro

Radiotelefonista: 1º Cabo nº 11994270 Carlos Alberto J Sousa Rosa

Radiotelefonista: Sold. nº 11485770 Manuel Joaquim M Carriço

Radiotelefonista: Sold. nº 119010870 Joaquim A Serrudo Azinheirinha

Radiotelefonista: Sold. nº 12616070 Natalino Jesus Martins

Radiotelefonista: Sold. nº 12800070 Jorge Manuel Santos Silva

Secção de Manutenção

Comandante (Radiom) Fur Miº Luis Aurélio Rodrigues M Santos

Ajud Mec Radiom: 1º Cabo nº 10506170 Luis Fernando Mota Gonçalves

Ajud Mec Radiom: 1º Cabo nº 13609470 Horácio Fernando M Silva

Ajud Mec Radiom: Sold. Nº 10384070 Pedro José Sousa Rocha

Pelotão de Sapadores

Comandante Alf Milº Carlos Augusto Calado Magalhães

Secções de Sapadores

Comandante: Fur Milº Alvaro Freitas Oliveira

Comandante: Fur MilºJosé Francisco Fernandes Rijo

Comandante: Fur Milº Saul de Magalhães Cabrita

Sapador: 1º Cabo nº 05065270 Claudio João Ferreira Oliveira

Sapador: 1º Cabo nº 05625170 Mário Fernando Pinto Cerqueira

Sapador: 1º Cabo nº 06043070 António Fernandes Augusto

Sapador: 1º cabo nº 10772370 José António Oliveira Cunha

Sapador: 1º cabo nº 11460070 Agostinho Henrique V.Lopes Cardoso

Sapador: 1º Cabo nº 12446770 Manuel Joaquim Andrade Diniz

Sapador: Sold. Nº 10978270 António Gonçalves Machado

Sapador: Sold. Nº 11512670 Paulo Almeida Lopes

Sapador: Sold. Nº 11068970 António Oliveira Duarte

Sapador: Sold. Nº 11074670 Manuel F. Galvão Andrade

Sapador: Sold. Nº 11598070 Domingos Pais Fonseca

Sapador: Sold. Nº 11391570 Florindo Teixeira

Sapador: Sold. Nº 12045370 Joaquim Gonçalves Fernandes

Sapador: Sold. Nº 12170170 Manuel Cunha Araujo

Sapador: Sold. Nº 12467870 Fernando Costa Teixeira

Sapador: Sold. Nº 12705470 Feliciano M Oliveira Cerqueira

Sapador: Sold. Nº 13000870 José Santos Figueiredo

Sapador: Sold. Nº 13710670 Manuel Fernandes Neves

Secções de Manutenção

Comandante: 1º Sarg SM José Gouveia Pronto

Mec Armam: Fur Milº José Manuel Silva Teixeira

Ajud Mec Armam: 1º Cabo nº 09807470 José Francisco Sousa Raimundo

Ajud Mec Armam: 1º Cabo nº 10177170 António Santos Caraça Calisto

Ajud Mec Armam: 1º Cabo nº 13201970 Joaquim Caeiro Martins

Ajud Mec Armam: Sold nº 12838970 Custódio Mendes Pires

Ajud Mec Elect Auto: 1º Cabo nº 00756070 Herlander C Fernandes Pinheiro

Bate-chapas: 1º Cabo nº 08505370 Claudino Manuel Mira Murteira

Carpinteiro: 1º Cabo nº 07961070 Rogério Jesus Pereira

Correiro Estufador: 1º Cabo nº 19104470 José Gonçalves Sequeira

Pintor: 1º Cabo nº 090104070 Ant5ónio Tavares Fernandes

Reab Mat 1º Cabo nº 13592870 José Tomás Corchana Viegas

Secção de Transportes

Comandante: Fur Milº Fernando Venancio Rocha

Cond Auto Rodas: 1º Cabo nº 05774870 Carlos Alberto Silva Patricio

Cond Auto Rodas: 1º Cabo nº 07152970 Vitor Manuel Diogo Carapeto

Cond Auto Rodas: Sold nº 06245670 Luis António Gomes Correia Esteves

Cond Auto Rodas: Sold nº 06250470 Carlos Augusto Couto Julião

Cond Auto Rodas: Sold nº 06268070 José Teixeira da Silva

Cond Auto Rodas: Sold nº 06275270 José Carlos Correia da Silva

Cond Auto Rodas: Sold nº 06278670 Manuel Duarte Moreira

Cond Auto Rodas: Sold nº 06287070 Humberto Francisco Filipe

Cond Auto Rodas: Sold nº 06287870 Jorge Manuel Conceição Duque

Cond Auto Rodas: Sold nº 06293270 José Domingues da Silva

Cond Auto Rodas: Sold nº 06296870 Antonio Alberto das Neves Esteves

Cond Auto Rodas: Sold nº 06298270 Luis Silvestre Ribeiro

Cond Auto Rodas: Sold nº 06305270 José Pereira Neves Afonso

Cond Auto Rodas: Sold nº 063006470 José Joaquim Gouveia Gomes

Cond Auto Rodas: Sold nº 06344570 Afonso Vieira Valério

Cond Auto Rodas: Sold nº 06371170 Hermano José Benzinho Gomes

Cond Auto Rodas: Sold nº 06386570 Fernando Candido Coelho

Cond Auto Rodas: Sold nº 06398870 António mInácio Diogo

Cond Auto Rodas: Sold nº 06728370 Joaquim Agostinho Loureiro

Cond Auto Rodas: Sold nº 06872370 Xavier Castro Gonçalves

Cond Auto Rodas: Sold nº 08589470 João Manuel Chaves

Secção Sanitária

Comandante: Fur Milº Joel Moura de Figueiredo

Aj Enf : 1º Cabo nº 12477570 Hélio de Jesus Santos

Anal e Dep Águas: 1º Cabo nº 10627670 Rolandino Geraldo M das Neves

Maqueiro : Sold nº 04823870 António Dias Violante

Maqueiro : Sold nº 12535470 Luis Alves Tomé

Maqueiro : Sold nº 13328270 Jossé Fernando Ribeiro Monteiro

Maqueiro : Sold nº 13915470 José Simões Barroco

C.Caç. 3346 - Companhia de Caçadores nº 3346

Comando

Comandante: Capitão Grad Milº Inf António Manuel Ferreira de Carvalho

Formação

Comandante: 1º Sarg António Henrique Cristo Carraça

Secção de Comando

Escriturário: 1º Cabo nº 00326970 José Guilherme R.R. Lisboa

Corneteiro: 1º Cabo nº 01393070 Joaquim Almeida Martins

Corneteiro: Sold nº 08904270 Manuel Jesus Mauricio

Corneteiro: Sold nº 08979870 Norberto Vitorino de Sousa

Quarteleiro (CAR) : 1º Cabo nº 06293170 Manuel Lourenço das Silva

Aux Quarteleiro (CAR): Albino Moreira Silva Quintas

Secção de Transmissões

Comandante: Fur Milº Gabriel José da Costa Soares

Cifradores (Op.Crip.) 1º Cabo nº 05313570 Virgilio Dias Ruivo

Cifradores (Op.Crip.) 1º Cabo nº 15740669 Manuel dos Martires Ramires

Radiotelegrafista: 1º Cabo nº 10102070 Armando Manuel Moreira Rodrigues

Radiotelegrafista: Sold nº 01483970 Manuel António Fernandes Silva

Radiotelegrafista: Sold nº 01597770 Mário Valeriano Moreira Rodrigues

Radiotelefonista: 1º Cabo nº 16092270 José Domingos Pereira

Radiotelefonista: Sold nº 08551470 Joaquim Casimiro Lúcio

Radiotelefonista: Sold nº 09123270 Belmindo Ferreira Florindo

Radiotelefonista: Sold nº 09194170 Francisco Silvério Borges

Radiotelefonista: Sold nº 09431670 Ricardo José Raposo Sezinando

Secção de Alimentação

Comandante: Fur Milº António Augusto Ferro Ribeiro

Cozinheiro: 1º Cabo nº 12572670 Domingos Fernandes G Oliveira

Aux Coz : Sold nº 02271070 Luis Moura Pinto

Aux Coz : Sold nº 15265870 Emidio dos Santos Oliveira

Aux Coz : Sold nº 12432570 José Fernandes Trigueiro

Básico: Sold nº 14155370 António Pinho Pereira

Secção Auto e de Manutenção

Comandante: Fur Milº Vitor Manuel Lopes Afonso

Ajud Mec Auto: 1º Cabo nº 10561270 Romão António Carvalho dos Santos

Ajud Mec Auto: 1º Cabo nº 15230570 Joaquim M Coelho Belchior

Ajud Mec Auto: Sold nº 14268970 Mário Correia Pereira

Mec Arm Lig: 1º Cabo nº 07295870 Benjamim Moreira M Francisco

Reab Mat: 1º Cabo nº António J.F Ribeiro Manta

Cond Auto Rodas: Sold nº 05200870 Carlos Barbosa Soares

Cond Auto Rodas: Sold nº 05238470 Leonardo Paiva Mendes

Cond Auto Rodas: Sold nº 05442670 Manuel Amorim Rebelo

Cond Auto Rodas: Sold nº 05448470 António Alves Fonseca

Cond Auto Rodas: Sold nº 05558470 Higino Correia A Menezes

Cond Auto Rodas: Sold nº 05669170 José António Silva Soares

Cond Auto Rodas: Sold nº 05706170 Júlio Morais Couto

Cond Auto Rodas: Sold nº 05839470 José de Almeida Ferreira

Cond Auto Rodas: Sold nº 05848870 Daniel Cunha Rodrigues da Costa

Cond Auto Rodas: Sold nº 06049370 Francisco Mendes Lopes

Cond Auto Rodas: Sold nº 06134870 Eliseu Carlos da Silva Coutinho

Cond Auto Rodas: Sold nº 06536670 Fernando Antunes Duarte Serrano

Secção Sanitária

Comandante: Fur Milº José Ribeiro Gomes

Aux Enf: 1º Cabo nº 05233770 José António Catita Geremias

Aux Enf: 1º Cabo nº 07589070 José Mendes Morais

Aux Enf: 1º Cabo nº 09348370 Joaquim António Nobre

1º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº António Verissimo C Lemos Peliz

1ª Secção

Comandante: 1º Sarg Inf Cassiano Irineu Serrano

Apontador: 1º Cabo nº 00892670 Paulo Eduardo C Rodrigues Cécio

Apontador: Sold nº 00964170 António da Costa Barros

Apontador: Sold nº 05155770 Vitor Manuel Mendes Cristino

Apontador: Sold nº 02765770 António da Silva

Apontador: Sold nº 05565670 Luis dos Santos Menó

Apontador: Sold nº 02324870 José Raimundo Rodrigues da Silva

Apontador: Sold nº 60478070-U- Fernando Toca

Apontador: Sold nº 61628170-U- Adriano Manassa

2ª Secção

Comandante: Fur Milº António Manuel Borges Fonseca Godinho

Atirador: 1º Cabo nº 5332970 Manuel A Mesquita M Ribeiro

Atirador: 1º Cabo nº7826170 António José Silva Ribeiro

Atirador: Sold nº 01318270 José da Silva Freitas

Atirador: Sold nº 00670070 Domingos Macedo de Sousa

Atirador: Sold nº 17148470 António Joaquim Guedes Lopes

Atirador: Sold nº 02367470 Jaime Almeida Ribeiro

Atirador: Sold nº 60539070-U- André C Savula

Atirador: Sold nº 60945269-U- Francisco Mira Chimbando

3ª Secção

Comandante: Fur Milº António Manuel Gonçalves Simões

Apontador: 1º Cabo nº 07636670 Manuel Paulino da Silva Pereira

Apontador: Sold nº 17117270 Luis Ventura Martins da Silva

Apontador: Sold nº 05691270 António Ferreira de Lima

Apontador: Sold nº 01178570 Carlos Ferreira da Silva

Apontador: Sold nº 06539670 Manuel António Pires

Apontador: Sold nº 09023970 António Fernando Alves da Silva

Apontador: Sold nº60441270-U- Rafael Farinha

Apontador: Sold nº 60447970-U- Francisco Cuiano

Apontador: Sold nº60977868-U- José Muamofia

2º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº José Aires Trindade Lopes

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Manuel Augusto Bulhões David

Apontador: 1º Cabo nº 19551370 Alcino Pires Cordeiro

Apontador: 1º Cabo nº 08627270 Abel Ribeiro Lopes Pinto

Apont Met: Sold nº 00206170 Augusto Ramos Costa

Apont Met: Sold nº 04496970 Armando Pinho Pereira

Apontador: Sold nº 14103470 Artur Pereira de Lemos

Apontador: Sold nº 09402770 José Eugénio Martins Soares

Apontador: Sold nº60809966-U- Jacinto Maquetela

Apontador: Sold nº 60450970-U- António Ventura

2ª Secção

Comandante: Fur Milº Artur António Ponto Frioleiro Lucas

Apontador: 1º Cabo nº10591870 José Amaral Viegas

Apontador: 1º Cabo nº 19440770António Santos Ferreirsa e Sousa

Apontador: Sold nº 02317670 Manuel Saraiva Coelho

Apontador: Sold nº 03194670 António Vitor Porfirio de Sousa

Apontador: Sold nº 05837570 Fernando Paiva da Silva

Apontador: Sold nº 09862270 Joaquim Augusto Oliveira Guimarães

Apontador: Sold nº 09023970 António Fernando Alves da Silva

Apontador: Sold nº 13343670 António Francisco Rodrigues Santos

Apontador: Sold nº 60450970-U- António Ventura

3ª Secção

Comandante: Fur Milº José Lourenço Gonçalves

Atirador: 1º Cabo nº 19999570 António Gonçalves Macedo

Atirador: 1º Cabo nº 11508870 Gil Maia Simões

Atirador: Sold nº 09880770 António Ribeiro da Fonseca

Atirador: Sold nº 09902370 Avelino de Sousa Moreira Pacheco

Atirador: Sold nº 141004470 Américo da Silva Pinto

Atirador: Sold nº 60782770-U- Sebastião Afonso

Atirador: Sold nº 61716769-U- João Silva

Atirador: Sold nº 61949569-U- João Afonso

3º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Manuel Capitão Couto André

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Vitor Manuel Martins Calhancas

Apont Metr: 1º Cabo nº 01446370 Augusto dos Santos Lúcio

Apontador: 1º Cabo nº 12214170 Leonel Silva Batista

Apontador: Sold nº 02618470 Joaquim Barbosa Oliveira Araujo

Apontador: Sold nº 00858170 Carlos Manuel Ferreira Magalhães

Apontador: Sold nº 10090570 Manuel Joaquim de Oliveira

Apontador: Sold nº60187270-U- Manuel Domingos António

Apontador: Sold nº 60693570-U- Mário Macedo

2ª Secção

Comandante: Fur Milº Alvaro Geraz Rodrigues

Apontador: 1º Cabo nº 07880470 Augusto Silva Brito

Apontador: Sold nº 02131270 José Machado

Apontador: Sold nº 05593370 Bento Dias Alves Carneiro

Apontador: Sold nº 08165570 Bernardino Ribeiro Marinho

Apontador: Sold nº 14103070 Armando Mendes Silva

Apontador: Sold nº 09779770 Alberto Cangostas Ferreira

Apontador: Sold nº 60341668-U-Henrique José António

Apontador: Sold nº 60565270-U- Domingos Mateus Junior

3ª Secção

Comandante: Fur Milº António Lúlio de Campos

Apontador: 1º Cabo nº 10009370 José Carlos Santos Cunha

Apont Met: Sold nº 00332970 José António Nunes Ramos

Apont Met: Sold nº 02953270 Alcides Coelho dos Santos

Apontador: Sold nº 00041770 Alfredo das Neves Esteves

Apontador: Sold nº 01672370 Abílio Pais Marques

Apontador: Sold nº 074919670 João Gomes da Silva

Apontador: Sold nº 61748469-U- Santos Coimbra

Apontador: Sold nº 07692070 José M Oliveira M Pereira

4º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Mfernando Figueiredo dos Santos

1ª Secção

Comandante: Fur Milº José Manuel Saldanha de Oliveira

Apont Metr: 1º Cabo nº 01513670 José de Oliveira Abreu

Atirador: 1º Cabo nº 60096270-U- Raul Amon

Atirador: Sold nº 60079570-U- Arão Dundune

Atirador: Sold nº60211970-U- Custódio Luis

Atirador: Sold nº 60420970-U- Agostinho João

Atirador: Sold nº60634068-U- Bernardo Quibemba

Atirador: Sold nº 61368870-U- Simão Marcelino

Atirador: Sold nº 61785269-U- António Samba

2ª Secção

Comandante: 1º Sarg Inf José Nunes dos Santos

Apontador: 1º Cabo nº 06952670 João Carrilho Nobre

Apontador: Sold nº 05276470 Mário Ribeiro Cabral

Apontador: Sold nº 19693070 Francisco Soares

Apontador: 1º Cabo nº 61065968-U- Rufino Duende

Apontador: 1º Cabo nº 61531770-U- Diogo Mateus

Apontador: 1º Cabo nº 61295470-U- Jorege M.F. Santos

Apontador: Sold nº 60743470-U- Afonso André

Apontador: Sold nº 60879570-U- Afonso Bango

Apontador: Sold nº61051469-U- Juvenal Tito

3ª Secção

Comandante: Fur Milº Angelo Henriques Soares C da Silva

Atirador: 1º Cabo nº 08403470 nFirmino Pereira Barbosa

Atirador: 1º Cabo nº 60877070-U- Contreiras Simão Bendinha

Atirador: 1º Cabo nº 60983170-U- Jeronimo Martins

Atirador: Sold nº 02532970 Diamantino Vieira Rocha

Atirador: Sold nº nº 60472670-U- José Pedro Frederico

Atirador: Sold nº 60478070-U- Fernando Lourenço

Atirador: Sold nº60520470-U- Fausto Alvaro

Atirador: Sold nº 60634070-U- Bernardo Quimbemba

Atirador: Sold nº60638070-U- Adão Sebastião

C.Caç. 3347 - Companhia de Caçadores nº 3347

Comando

Comando

Capitão Graduado Manuel Câmara Rodrigues

MÉDICO

Alferes Médico Miguel Hart Campos

FORMAÇÃO

Comandante – 1º Sargento António Joaquim Eustáquio

Secção do Comando

Escriturário- 1º Cabo nº 09461270- António Melo de Sousa Castro

Corneteiro - 1º Cabo nº 10277770 – Manuel da Costa Rosário

Corneteiro – Soldado nº 07514070 – Mário Carlos Antunes

Corneteiro – Soldado nº 07562570 – João das Dores Lança

Quarteleiro (C.A.R.) – 1º Cabo nº 10090370 – António João Amaro

Aux. Quart. (C.A.R.) – Soldado nº 02754270 – Mário da Silva Mais

Secção de Transmissões

Comandante – Furriel Miliciano João dos Santos Pauleta

Cifrador (Op.Cripto) – 1º Cabo nº 07041070 – Carlos Maria Dias Felício

Cifrador (Op.Cripto) – 1º Cabo nº 07124470 – Américo Fernando F. da Silva

Radiotelegrafista – 1º Cabo nº 01941170 – Alberto Correia Palhares

Radiotelegrafista – Soldado nº 01625470 – José Ferreira dos Anjos

Radiotelegrafista – Soldado nº 01735370 – Manuel Fernandes J. Rocha

Radiotelefonista – 1º Cabo nº 13687970 – Ilídio de Magalhães Ribeiro

Radiotelefonista – Soldado nº 09967270 – Joaquim José da C. Ricardo

Radiotelefonista – Soldado nº 09968870 – António C.M. Carneirinho

Radiotelefonista – Soldado nº 10402370 – Augusto Maria da Silva

Radiotelefonista – Soldado nº 10493570 – António de Brito Serodeo

Secção de Alimentação

Comandante – Furriel Miliciano José Sebastião Pereira Gaspar

Cozinheiro – 1º Cabo nº 12761870 – Evaristo Couto Soares

Aux. Cozinha – Soldado nº 08490970 – José Cavaco Dias

Aux. Cozinha – Soldado nº 04510170 – Jorge Paiva Leite

Aux. Cozinha – Soldado nº 15801170 – José Evangelista N. Diogo

Básico – Soldado nº 11741570 – António Manuel A. Rodrigues

Básico – Soldado nº 17866870 – Fernando Raimundo Gaspar

Secção Auto e de Manutenção

Comandante – Furriel Miliciano Carlos Alberto Rodrigues Andrade

Ajud. Mec Auto – 1º Cabo nº 09442270 - Carlos Manuel C. Florêncio

Ajud. Mec Auto – 1º Cabo nº 10870870 – Fernando Monteiro Albino

Ajud. Mec Auto – Soldado nº 14819070 – Manuel Gordilho Bito Fontes

Mec. Arm. Ligeiro – 1º Cabo nº08657970 – Avelino Fonseca da Cunha

Reab. Material – 1º Cabo nº 12306570 – Eduardo Reis Oliveira

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 06228170- Joaquim Alexandre Martinho

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 06312670 – Carlos Alberto C. Silva

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 06377570 – Virgílio Damião A. Alberto

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 06496870 – Henrique Dias Lavrador

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 06538670 – Helder Luis Fernandes

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 06956070 – Crispim Ferreira de Oliveira

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07183870 – António Guimarães dos Santos

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07258170 – José da Silva Soqueiro

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07464870 – Rui Fernando Lamas Martins

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07582370 – José Fernandes F. Pizarro

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07582770 – José Carlos Gomes da Silva

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07589470 – José Gonçalves

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07591170 – Domingos Manuel G. Jorge

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07617570 – Manuel Teixeira Guerra

Secção Sanitária

Comandante – Furriel Miliciano Rogério Pires de Carvalho

Aux. Enf. – 1º Cabo nº 02991370 – José Pereira de Matos

Aux. Enf. – 1º Cabo nº 03334670 – José de Oliveira Veiga

Aux. Enf. – 1º Cabo nº 06032970 – Dionísio Dias de Jesus

1º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Francisco Gonçalves

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Vitor João Eduardo Franco de Oliveira

Apontador: 1º Cabo nº 12777670 – José Carlos Pinto

Apontador: 1º Cabo nº 12283370 – Abílio Magalhães Pereira

Apontador: Sold nº 13262770 – Francisco Varela Martins

Apontador: Sold nº 13024669 – Anselmo Mendes

Apontador: Sold nº 12397270 – António da Silva Loureiro

Apontador: Sold nº 13488970 – Joaquim da Silva Duarte

Apontador: Sold nº 61851870 – U- Ernesto Luzengo

Apontador: Sold nº 61931670 – U – Agostinho Cuesso

Apontador: Sold nº 61842970 – U – Gonçalves Conguessa

2ª Secção

Comandante: Fur Milº António Correia de Sousa Tavares

Apontador: 1º Cabo nº 13184870 – António do Carmo Cunha

Apontador: 1º Cabo nº 61972669 – U- Figueiredo Bongue

Apontador: Sold nº 13336170 – Jaime Vieira Dias

Apontador: Sold nº 13466770 – Rogério Alves Figueiredo

Apontador: Sold nº 60395369 – U – Braz Francisco

Apontador: Sold nº 60587369 – U – Pedro Quimoengue

Apontador: Sold nº 61991170 -U- Alberto Calado

Apontador: Sold nº 14438070 – Victor Fernandes Fandango

3ª Secção

Comandante: Fur Milº Manuel António Moreira dos Santos

Apontador: 1º Cabo nº 13375770 – Donzílio Gomes D. Rodrigues

Apont Met: Sold nº 11718170 – Orlando Matos Fernandes

Apont Met: Sold nº 12447870 – Leonel de A. Ferreira

Apontador: Sold nº 13186470 – José Albino Amaral

Apontador: Sold nº 13241970 – Ernesto da C. Ferreira

Apontador: Sold nº 13361470 – José Ricardo V. Ribeiro

Apontador: Sold nº 60725569 – U - Pascoal M. da Silva

Apontador: Sold nº 60742370 – U – Pedro Notícia

2º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Clorêncio Neves Batista

1ª Secção

Comandante: 1º Sargento Dionísio Rodrigues G. Militão

Apontador: 1º Cabo nº 13176070 – Amaro Fernando de J. Silveira

Apontador: 1º Cabo nº 13344870 – Manuel Saraiva Pinheiro

Apontador: Sold nº 10756070 – Durbal Fernandes de S. Matias

Apontador: Sold nº 13354470 – Domingod Ribeiro Ferreira

Apontador: Sold nº 13355970 – Joaquim Francisco Augusto

Apontador: Sold nº 60960669 – U – Fonseca Pena Arão

Apontador: Sold nº 61177369 – U – Celestino Citanguene

Apontador: Sold nº 60469867 – U – Esteves A. Barros

2ª Secção

Comandante: Fur Milº Manuel dos Santos Reis

Apontador: 1º Cabo nº 17227370 - Abel Pereira Vinagre

Apontador: 1º Cabo nº 61006368 – U – Florindo Chanduvava

Apontador: Sold nº 12294170 – Fernando Leonardo Borrego

Apontador Metr: Sold nº 12325970 – Alberto D. Almeida

Apontador: Sold nº 13415770 - Hermínio Silva Lourenço

Apontador: Sold nº 13536770 – João Manuel M. Ferreira

Apontador Metr: Sold nº 14137070 – José da Conceição Lopes

Apontador: Sold nº 61063069 – U – Joaquim Catolo

Apontador: Sold nº 61291569 – U – Victorino Citandulo

Apontador: Sold nº 61889370 – U – Victor Rusga Muzuaza

3ª Secção

Comandante: Fur Milº António Álvaro da Silva Martins

Apontador: 1º Cabo nº 17938970 – Manuel Roque Dias

Apontador: 1º Cabo nº 61996469 – U – André Canganjo

Apontador: Sold nº 11961470 – Clemente Dias da Cunha

Apontador: Sold nº 13497270 – José Manuel dos Santos

Apontador: Sold nº 13517670 – Jerónimo Mendes P. Faria

Apontador: Sold nº 60424269 – U – Domingos Fernandes Manuel

Apontador: Sold nº 60630469 – U – Sebastião Uatacana Monteiro

3º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Ricardo Manuel de Carvalho Aparício

1ª Secção

Comandante: 1º Sargento José Carlos Antunes Canas

Apontador: 1º Cabo nº 17406970 – Vitor Manuel Parracho César

Apontador: 1º Cabo nº 17248270 – António Ferreira Alves

Apontador: Sold nº 02582370 – Manuel António S. Alves

Apontador: Sold nº 13434470 – Luis Paulino Ezequiel

Apontador Met: Sold nº 60024468 – U – Celestino Chitangueno

Apontador Met: Sold nº 60898668 – U – Malaquias Candungo

Apontador Met: Sold nº 61490070 – U – Adelino Figueiredo Calangulo

Apontador: Sold nº 61974070 – U - Simão António João

2ª Secção

Comandante: Fur Milº Nuno Maria da Silva Monteiro

Apontador: 1º Cabo nº 17617970 – Porfírio Pires de Lemos

Apontador: 1º Cabo nº 60980870 – U – João Rodrigues Gomes

Apontador: Sold nº 13399370 – Manuel Fernando da Silva Faria

Apontador: Sold nº 13403770 – Amadeu Sequeira de Almeida

Apontador Met: Sold nº 14316870 – Manuel Alavaro da F. Pires

Apontador Met: Sold nº 14384270 – Manuel Francisco S. Almeida

Apontador: Sold nº 60230769 – U – Joaquim Quizanga

Apontador: Sold nº 60245970 – U – Domingos Gaspar

Apontador: Sold nº 60728669 – U – Domingos Cano

3ª Secção

Comandante: Fur Milº José António da Veiga Miranda

Apontador: 1º Cabo nº 17897770 - Artur Almeida Santos

Apontador: 1º Cabo nº 61627869 – U – Augusto Valentim Neto

Apontador: Sold nº 13261670 – João Luis S. Varela

Apontador: Sold nº 13215670 – António dos Santos

Apontador: Sold nº 13280870 – Armando Lopes Pereira

Apontador: Sold nº 13379070 – Manuel A. Do Vale Saraiva

Apontador: Sold nº 13451270 – João Fernandes

Apontador: Sold nº 60147569 - U – António Gombo

4º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Jorgélio A.B. da Rocha

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Francisco António Barbado Leal

Apontador: 1º Cabo nº 17436670 – José Artur Coelho

Apontador: Sold nº 10582870 – Lindolfo G. Garcia Magalhães

Apontador: Sold nº 11332570 – Fernando Pereira Gonçalves

Apontador: Sold nº 13260270 – Manuel Novais Pinheiro

Apontador: Sold nº 13531270 – Carlos Alberto S. Barreto

Apontador: Sold nº 60679369 – U – Conceiçao Cutano

Apontador: Sold nº 60849969 – U – Miguel André

Apontador: Sold nº 61955870 – U - Abreu João

2ª Secção

Comandante: Fur Milº José Henrique Pereira Meireles

Apontador: 1º Cabo nº 09239670 – Joaquim Neves de Oliveira

Apontador: 1º Cabo nº 60995866 – U – Miguel Ganda Miguel

Apontador: Sold nº 10587668 – Adelino Nunes Cabral

Apontador: Sold nº 13319070 – Belmiro F. Teixeira Couto

Apontador: Sold nº 17494870 – José dos Anjos Fernandes

Apontador: Sold nº 18889970 – Manuel Marcelino Guerreiro

Apontador: Sold nº 60927069 – U – Manuel do Nascimento F. Araujo

Apontador: Sold nº 61221169 – U – Tomaz Paulo Lourenço

Apontador: Sold nº 61516970 – U – Simão João

3ª Secção

Comandante: Fur Milº Luis Moisés Fernandes Eusébio

Apontador: 1º Cabo nº 14552370 – Pedro Jorge Faria Azevedo

Apontador: 1º Cabo nº 60994666 – U – Victorino C. Mendes

Apontador: Sold nº 10875370 – Joaquim Afonso Ribeiro

Apontador: Sold nº 12460370 – António Francisco Carneiro

Apontador: Sold nº 12732270 – Adelino Abreu e Silva

Apontador: Sold nº 13011670 – José Maria da Silva Couto

Apontador: Sold nº 61905870 – U – André Manuel

Apontador: Sold nº 61911570 – U – Simão Afonso

Foram, ainda reforços da Companhia:

Sold 03664770 – Fernando Garcia Antunes Lopes desde 29 de Julho de 1971

Sold 05607770 – Manuel Rocha da Costa desde 12 de Agosto de 1971

Sold:13381770 – Augusto Brites Luis desde 28 de Agosto de 1971

C.Caç. 3348 - Companhia de Caçadores nº 3348

Comando

Capitão Graduado Manuel Ambrósio de Morais Freitas

MÉDICO

Alferes Médico António Batista da Ressurreiçao

FORMAÇÃO

Comandante – 1º Sargento Francisco dos Santos Pisco

Secção do Comando

Escriturário- 1º Cabo nº 12825170 – Manuel A.C. Magalhães

Corneteiro - 1º Cabo nº 11207570 – António M. Raposo Ameixa

Corneteiro – Soldado nº 08457370 – António Carlos Gil Cansado

Corneteiro – Soldado nº 07577670 – José Teofilo da Conceição

Quarteleiro – 1º Cabo nº 15469970 – Joaquim A. Silva Madeira

Aux. Quart. (C.A.R.) – Soldado nº 0763670 – Casimiro R. Carneiro

Secção de Transmissões

Comandante – Furriel Miliciano Isidoro Serafim Rodrigues

Cifrador (Op.Cripto) – 1º Cabo nº 14849270 – José A. Maia Resende

Cifrador (Op.Cripto) – 1º Cabo nº 09988769 – Carlos A.C.A. Farinha

Radiotelegrafista – 1º Cabo nº 13849170 – Eduardo A. Mota

Radiotelegrafista – Soldado nº 01932570 – Manuel F. Gomes

Radiotelegrafista – Soldado nº 02761470 – Agostinho J. Joaquim

Radiotelefonista – 1º Cabo nº 10547370 - Joaquim Martins Gaspar

Radiotelefonista – Soldado nº 10515270 - Luciano M.E. Caixinha

Radiotelegrafista – Soldado nº 10982270 – Manuel Joaquim F. Madaleno

Radiotelegrafista – Soldado nº 11345970 – João dos Anjos da Silva

Radiotelegrafista – Soldado nº 11612970 – António G. Martins

Secção de Alimentação

Comandante – Furriel Miliciano António Manuel Garcia de Oliveira

Cozinheiro – 1º Cabo nº 05724770 – José Augusto A. Martins

Aux. Cozinha – Soldado nº 11438470 – Cristovão Mendes B. Lima

Aux. Cozinha – Soldado nº 17396070 – José Maria da Silva

Aux. Cozinha – Soldado nº 17706770 – Joaquim A. Diogo Parreira

Básico – Soldado nº 15005770 – Otílio da Fonseca Pereira

Básico – Soldado nº 14633770 – António dos Santos Sobral

Secção Auto e de Manutenção

Comandante – Furriel Miliciano Carlos Alberto Ribeiro

Ajud. Mec Auto – 1º Cabo nº 13866970 – Vitor Manuel Martins Afonso

Ajud. Mec Auto – 1º Cabo nº 14721370 – José Tomaz Beatriz

Ajud. Mec Auto – Soldado nº 02304770 – António da Conceição Damásio

Mec. Arm. Ligeiro – 1º Cabo nº 01675170 – Vitalino José S.R. Pereira

Reab. Material – 1º Cabo nº 11113470 – António Manuel M. Francisquinho

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07637870 – António A. Gonçalves

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07644770 – Luis M.D. Guerra

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07647070 – Serafim M. Cardoso

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07650870 – Joaquim M. Oliveira

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07654870 – José J. L. Carvalho

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07656670 – António J.M. Leandro

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07670970 – José C.S. Oliveira

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07673770 – João L.M. Roseiras

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07679370 – Albino Oliveira

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 07705570 – João M-M. Pereira

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 10408770 – Firmino Machado Batista

Cond. Auto Rodas – Soldado nº 10424770 – António Pinto Batista

Secção Sanitária

Comandante – Furriel Miliciano António Abel M.C. da Silva

Aux. Enf. – 1º Cabo nº 04639670 - Francisco H.A. da Silva

Aux. Enf. – 1º Cabo nº 12923969 – Manuel J. R. da Palma

Aux. Enf. – 1º Cabo nº 02179970 – António J.A.A. de Sousa

1º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº João Manuel Lopes Tavares

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Vitor José da Natividade Simões

Apontador: 1º Cabo nº 02357470 – Casimiro de O. Santos

Apontador: 1º Cabo nº 13768670 – Mário J.F. da Silva

Apontador: Sold nº 13958070 – Augusto M.A. Saraiva

Apontador: Sold nº 14014770 – Manuel da S. Marques

Apontador: Sold nº 14065170 – José M.V. Mendes

Apontador: Sold nº 61487070 – U – Rufino Cruz Pinto

Apontador: Sold nº 61494770 – U - Vicente António Rocha

Apontador: Sold nº 61788470 – U – José Afonso

Apontador: Sold nº 61807970 – U – Bernardo Miguel Rodrigues

2ª Secção

Comandante: Fur Milº José Carlos Morais

Apontador: 1º Cabo nº 17273270 – João de Oliveira Teixeira

Apontador: 1º Cabo nº 17351370 – José Joaquim dos Santos Teixeira

Apontador: Sold nº 13909570 – Arnaldo dos Santos Duarte

Apontador: Sold nº 13909570 – António Rodrigues Azevedo

Apontador: Sold nº 13951570 – Adelino S. de Magalhães

Apontador: Sold nº 60452670 – U – Joaquim Domingos André

Apontador: Sold nº 61503870 – U – Jubilio Bernardo Noé

Apontador: Sold nº 61644370 – U – Alberto Henrique Carvalho

3ª Secção

Comandante: Fur Milº José Augusto dos Santos Salgueiro

Apontador: 1º Cabo nº 18145470 – Américo dos Santos Rocha

Apontador: 1º Cabo nº 61564469 – U – Tomás Carlos Coque

Apontador: Sold nº 13952470 – José Maria Martins

Apontador: Sold nº 13960870 – Américo de Jesus Caetano

Apontador: Sold nº 13966370 – Victor J. Pimenta Luis

Apont Metr Sold.nº 15137170 – Fernando Bernardo Ferreira

Apontador: Sold nº 60145369 – U – Conceição Manuel

Apontador: Sold nº 60854270 – U – Enaque Fernando

Apontador: Sold nº 61381870 – U – Paulino José Damião

Apontador: Sold nº 61804270 – U – Isidoro Pedro

2º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Alberto José de Oliveira e Silva

1ª Secção

Comandante: Fur Milº José Manuel Ventura de Figueiredo

Apontador: 1º Cabo nº 14090070 – Joaquim Luis do C. Santos

Apontador: 1º Cabo nº 17270170 – Joaquim Manuel P. Pereira

Apontador: Sold nº 13844370 – Manuel Rodrigues Dias

Apontador: Sold nº 13881770 – Alvaro Ferreira Simões

Apontador: Sold nº 02139669 – Manuel Pereira da Silva

Apont Met: Sold nº 15029470 – Custódio dos Santos

Apontador: Sold nº 61630670 – U – Jacinto Elivula

Apontador: Sold nº 61863370 – U – Manuel Bernardo

2ª Secção

Comandante: Fur Milº José Maria Barbosa de Oliveira

Apontador: 1º Cabo nº 14029070 – Manuel Fernando C. Ferreira

Apontador: 1º Cabo nº 60044869 – U – António Combo

Apontador: Sold nº 13897670 – Manuel José C. da Silva

Apontador: Sold nº 13923970 – Martinho da Conceição Santos

Apontador: Sold nº 14051370 – Octávio Pegado

Apont Met: Sold nº 15471770 – Manuel de Jesus S. Morais

Apontador: Sold nº 61686270 – U – Adão Joaquim Cristovão

Apontador: Sold nº 61906070 – U – Zeferino M. Raimundo

3ª Secção

Comandante: Fur Milº Franciso Rosa Batista Miranda

Apontador: 1º Cabo nº 19337170 – Joaquim Andrade Bernardo

Apontador: 1º Cabo nº 61044570 – U – Miguel Fernando

Apontador: Sold nº 13833170 – José Lopes de Oliveira

Apontador: Sold nº 13892270 – Manuel Maria Ferreira

Apontador: Sold nº 13943570 – Viriato do Espirito Santo Raimundo

Apontador: Sold nº 14073770 – Apolinário da Silva e Sousa

Apontador: Sold nº 61614570 – U – Sebastião Quissanga

Apontador: Sold nº 61854370 – U – Manuel António

3º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Fernando dos Santos Guedes

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Manuel Caetano da Encarnação Simões

Apontador: 1º Cabo nº 13689970 – Joaquim dos Santos Pinto de Campos

Apont Met: 1º Cabo nº 15692770 – Leonel Grilo Paulino

Apontador: Sold nº 13826870 – Guilhermino Magalães Pereira

Apontador: Sold nº 13811470 – Agostinho da Costa M. Araujo

Apontador: Sold nº 14090970 – Joaquim Pedro Vaz Alves

Apontador: Sold nº 61387670 – U – Manuel Bolingo

Apontador: Sold nº 61899970 – U – Adriano Trigo

Apontador: Sold nº 61939070 – U - Moisés Benjamim

2ª Secção

Comandante: Fur Milº Ildeberto de Medeiros Santos

Apontador: 1º Cabo nº 13826870 – Pedro Correia da Costa

Apontador: 1º Cabo nº 61599269 – U – José Mário Fernandes

Apontador: Sold nº 13834070 – Alberto Paiva Rolo

Apontador: Sold nº 13870570 – Mário Maçaroco Pinto

Apontador: Sold nº 13733170 – Joaquim Meireles da Costa

Apontador Met: Sold nº 14787670 – Joaquim José P. Nobre

Apontador: Sold nº 61345070 – U – António João Marques

Apontador: Sold nº 61447870 – U – Francisco José

3ª Secção

Comandante: 1º Sarg André Soares Gonçalves Ribas

Apontador: 1º Cabo nº 17625370 – José da Silva de Jesus

Apontador: 1º Cabo nº 60843470 – U – João Eduardo Castro

Apontador: Sold nº 13658870 – Jorge Barbosa da Costa

Apontador: Sold nº 13676570 – Manuel de Sousa

Apontador: Sold nº 13687470 – João Lopes Martins

Apont Met: Sold nº 15756470 – Alfredo Jorge D.F. Ferreira

Apontador: Sold nº 61770070 - U – Domingos Adão

4º Grupo de Combate

Comandante: Alf Milº Rui Monteiro da Silva Teixeira

1ª Secção

Comandante: Fur Milº Gualdino Alberto Rodrigues

Apontador: 1º Cabo nº 13848770 – António Azevedo Tavares

Apont Met: 1º Cabo nº 17851470 – José Nobre Simplício

Apontador: Sold nº 13689470 – José Maria de Castro

Apontador: Sold nº 13708670 – José Pinto do Couto

Apontador: Sold nº 13728170 – Miguel Martins do Rego

Apontador: Sold nº 13738370 – Máximo Pereira Gonçalves

Apontador: Sold nº 61262269 – U – André Pedro Vicente

Apontador: Sold nº 61785670 – U - Mateus Cangato

2ª Secção

Comandante: Fur Milº José António Figueira da Costa

Apontador: 1º Cabo nº 13826870 – José Carlos F. Santos

Apontador: 1º Cabo nº 61809169 – U – Carvalho Quilunda

Apontador: Sold nº 13674670 – Manuel de Jesus Valente

Apontador: Sold nº 13751470 – João Almeida Gomes

Apontador: Sold nº 13777670 – Fernando de A. Costa

Apontador Met: Sold nº 14844570 – Normando A.A. Lameira

Apontador: Sold nº 60852370 – U – Henrique José A. Lopes

Apontador: Sold nº 61422370 – U – Abel Domingos

Apontador: Sold nº 61877270 – U Capita António

3ª Secção

Comandante: 1º Sarg Anibal José Rainho

Apontador: 1º Cabo nº 18065570 - Rogério Manuel Caetano

Apontador: 1º Cabo nº 60250870 – U – Casimiro Boaventura

Apontador: Sold nº 13617870 – Júlio T. de Carvalho

Apontador. Sold nº 13640670 – António D. Pinto da Rocha

Apontador: Sold nº 13773070 – José Manuel P. de Freitas

Apontador: Sold nº 60739968 – U – Albino Miguel Faria

Apont Met: Sold nº 61373570 – U - Guilherme

Apontador: Sold nº 61373570 – U – André Alfredo André

Apontador: Sold nº 61439670 – U – Dinis Queta Chimba

BAIXAS SOFRIDAS, PUNIÇÕES, LOUVORES E CONDECORAÇÕES

BAIXAS SOFRIDAS, PUNIÇÕES, LOUVORES E CONDECORAÇÕES

A – PERÍODO DE 24MAI71 A 31JUL71

1- BAIXAS

a. Em Combate

(1) – Mortos …………………………………………………………………………….. nada

(2) – Feridos …………………………………………………………………………….. nada

(3) – Desaparecidos …………………………………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN ………………………………………………………………... nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias ……………………………………………………... nada

(6) – Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………... nada

b. Por outras causas

(1) - Mortos

- Soldado Atirador nº 61847470 – U – Manuel Lopes de Azevedo, do RI 22 em diligência

permanente na C.Caç. 3348, em 25JUL71

(2) – Feridos

- 1º Cabo Atirador nº 60843470 – U – João Eduardo Castro, do RI 22 em diligência

Permanente na C.Caç. 3348, em 25JUL71

- Soldado Atirador nº 07714270 - António Pereira, da C.Caç. 3348, em 25JUL71

- Soldado Atirador nº 13676570 – Manuel de Sousa, da C.Caç. 3348, em 25JUL71

(3) – Desaparecidos ……………………………………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN ………………………………………………………………….. nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias:

- Soldado Atirador 13379070 – Manuel António do Vale Saraiva

- Soldado Atirador 07582370 – José Fernando Ferreira Pizarro

(6) – Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….. nada

2- PUNIÇÕES

- Alferes Miliciano nº 07483670 – Manuel Capitão Couto André, da C.Caç. 3346, repreensão agravada, pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 18JUN71

- Alferes Miliciano nº 07483670 – Manuel Capitão Couto André, da C.Caç. 3346, 5 dias de prisão disciplinar,

pelo B.Caç. 3840, em 6JUL71

- 1º Cabo Atirador nº 61627869 – U – Augusto Valentim Neto, do RI 22, em diligência permanente na C.Caç.

3347, 5 dias de detenção disciplinar, pelo COM/AM1, em 6JUL71

- 1º Cabo Sapador nº 0102070 – José Lopes Mendes, da CEng, adido à CCS, 15 dias de prisão disciplinar,

Pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 12JUL71

- Soldado Básico nº 02450469 – Joaquim da Silva Loureiro, da CCS, 25 dias de prisão disciplinar agravada,

pelo COM/AM1, em 6JUL71

- Soldado Atirador nº 60472670 – U – José Pedro Frederico, do RI 22, em diligência permanente na C.Caç.

3346, 15 dias de prisão disciplinar agravada, pelo COM/AM1, em 7JUL71

- Soldado Atirador nº 05558470 – Higino Correia Alpoim Menezes, da C.Caç. 3346, 20 dias de perda de

gratificação, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 14JUL71

- Soldado Atirador nº 60728669 – U – Domingos Cando, do B.Caç. 2873-RI22, em diligência permanente na

C.Caç. 3347, 5 dias de detenção, pelo COM/AM1, em 28JUL71

- Soldado Atirador nº 60714670 – U – Artur Mário Gonçalves, do RI22, em diligência permanente na 3346, 5

guardas, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 2JUL71

- Soldado Atirador nº 61788470 – U – José Afonso, do RI22, em diligência permanente na C.Caç. 3348, 5

dias de detenção, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 12JUL71

- Soldado Atirador nº 61262270 – U – André Pedro Vicente, do RI22, em diligência permanente na C.Caç.

3348, 3 dias de detenção, pelo CMD/CCaç. 3358, em 12JUL71

- Soldado Atirador nº 03009769 – Joaquim António Calado Apolinário, do B.Cav. 2909, em diligência

permanente na C.Caç. 3346, 15 dias de detenção, pelo CMD/DAA, em 2JUL71

3 – LOUVORES

- 1º Cabo Mecanico de Armas nº 07295870 – Benjamim Moreira M. Francisco, da C.Caç. 3346, pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 6JUL71

4 – CONDECORAÇÕES

- Nada

B – PERÍODO DE 01 A 31AGO71

1- BAIXAS

a. Em Combate

(1)– Mortos ………………………………………………………………………………... nada

(2)– Feridos ………………………………………………………………………………... nada

(3)– Desaparecidos …………………………………………………………………….. …. nada

(4)– Capturados pelo IN ………………………………………………………………….... nada

(5)– Indisponíveis além de 30 dias ……………………………………………………........ nada

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….... nada

b. Por outras causas

(1)- Mortos ……………………………………………………………………………….... nada

(2)-– Feridos……………………………………………………………………………..….nada

(3) – Desaparecidos ………………………….…………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN ………………………………………………………………….. nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias:

CCS

- Soldado Básico nº 17424270 – Manuel Lourenço Gonçalves

C.Caç. 3346

- Alferes Miliciano Atirador 07483670 – Manuel Capitão Couto André

C.Caç. 3347

- Soldado Atirador nº 07625470 – José Ferreira dos Anjos

C.Caç. 3348

- Soldado Atirador nº 17706770 – Joaquim António Diogo Pereira

- 1º Cabo Atirador nº 60843470 – U – João Eduardo Castro

- Soldado Atirador nº 07714270 – António Pereira

- Soldado Atirador nº 13676570 – Manuel de Sousa

(6) – Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….. nada

c. PUNIÇÕES

- 1º Cabo Atirador nº 06952670 – João Carrilho Nobre, da C.Caç. 3346, 15 dias de detenção pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 6AGO71

- Soldado Cozinheiro nº 05251770 – José Maria M. da Rocha da CCS, 20 dias de prisão disciplinar agravada

pelo B.Caç. 3840, em 9AGO71

- Soldado Auxiliar de Cozinha nº 112338770 – Domingos Pinto da Silva, da CCS, 8 dias de detenção, pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 9AGO71

- Soldado Auxiliar de Cozinha nº 15265870 – Emídio dos Santos Oliveira, da C.Caç. 3346, 15 dias de

detenção, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 9AGO71

- Soldado Condutor Auto Rodas nº 05200870 – José Barbosa Soares, da C.Caç. 3356, 20 dias de perda de

vencimento, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 13AGO71

- Soldado Atirador nº 08165570 – Bernardino Ribeiro Marinho, da C.Caç. 3346, 10 dias de detenção, pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 30AGO71

3 – LOUVORES

- 1º Cabo Enfermeiro nº 04639670 – Francisco Henrique Antunes da Silva, da C.Caç. 3348, pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 9AGO71

- Soldado Condutor Auto Rodas nº 07670970 – José Carlos Soares de Oliveira, da C.Caç. 3348, pelo

Comandante do B.Caç. 3840, em 9AGO71

4 – CONDECORAÇÕES

- Nada

C – PERÍODO DE 01 A 30SET71

1- BAIXAS

a. Em Combate

(1)– Mortos ………………………………………………………………………………... nada

(2)– Feridos ………………………………………………………………………………... nada

(3)– Desaparecidos …………………………………………………………………….. …. nada

(4)– Capturados pelo IN ………………………………………………………………….... nada

(5)– Indisponíveis além de 30 dias ……………………………………………………........ nada

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….... nada

b. Por outras causas

(1)- Mortos ……………………………………………………………………………….... nada

(2)- Feridos

- Soldado Apontador de Morteiros nº 03379269 – José David Ramos, do Pel.Mort. 2166

Adido à CCS, em 1SET71

(3) – Desaparecidos ………………………….…………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN ………………………………………………………………….. nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias………………………………………………………... nada

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole

- Soldado Apontador de Morteiros nº 03379269 - José David Ramos, do PelMort 2166

Adido à CCS em 7 SET71

1 - PUNIÇÕES

- Soldado Cozinheiro nº 03761970 – José Marcelino Trigo do Couto, da CCS, 5 dias de prisão disciplinar,

pelo CMD/DAA

- Soldado Básico nº 16628370 – Manuel Vieira Moreira, da CCS, 20 dias de detenção, pelo Comandante do

B.Caç. 3840 em 22SET71

3 – LOUVORES

- Referência elogiosa à C.Caç. 3348, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 27SET71

Louvados colectivamente:

- 1º Cabo Sapador nº 12446770 – Joaquim Andrade Diniz, da CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840 em

22SET71

- Soldado Sapador nº 11074670 – Manuel Fernando Galvão de Andrade, da CCS, pelo Comandante do

B.Caç. 3840, em 22SET71

4 – CONDECORAÇÕES

- Nada

D – PERÍODO DE 01 A 31OUT71

1- BAIXAS

a. Em Combate

(1)– Mortos ………………………………………………………………………………... nada

(2)– Feridos

- Soldado Atirador nº 08165570 – Bernardino Ribeiro Marinho, da C.Caç. 3346, em 27OUT71

(3)– Desaparecidos …………………………………………………………………….. …. nada

(4)– Capturados pelo IN ………………………………………………………………….... nada

(5)– Indisponíveis além de 30 dias ……………………………………………………........ nada

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….... nada

b. Por outras causas

(1)- Mortos ……………………………………………………………………………….... nada

(2)-– Feridos……………………………………………………………………………..….nada

(3) – Desaparecidos ………………………….…………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN ………………………………………………………………….. nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias

CCS

- Soldado Apontador de Morteiros nº 03379269 – José David Ramos, do PelMort 2166,

adido à CCS

C.CAÇ.3347

- Soldado Atirador nº 11332570 – Fernando Pereira Gonçalves

- Soldado Atirador nº 14302470 – Manuel Francisco de Almeida

C.CAÇ.3348

- 1º Cabo Atirador nº 18595970 – Domingos N.G.Teixeira

(6) – Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….. nada

2 . PUNIÇÕES

- Furriel Miliciano Atirador nº 02694870 – José Carlos Morais, da C.Caç.3348 15 dias de detenção pelo

Comandante do COM/AM1, em 20OUT71

- 1º Cabo Atirador nº 61564470 – U – Tomas Carlos Roque, da RI22,em diligência permanente na C.Caç.

3348 10 dias de detenção pelo B.Caç. 3840, em 20OUT71

- Soldado Atirador nº 61494770 – U – Vicente R. Rocha, do RI22, em diligência permanente na C.Caç. 3348,

10 dias de detenção, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 20OUT71

- Soldado Atirador nº 61381870 – U – Paulino José Damião, do RI22, em diligência permanente na C.Caç.

3348, 10 dias de detenção, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 20OUT71

- Soldado Atirador nº 60462270 – U – Joaquim Domingos Andrá, do RI22, em diligência permanente na

C.Caç. 3348,10 dias de detenção, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 20OUT71

3 – LOUVORES

- Referência elogiosa à C.Caç. 3347, pelo Comandante do B.Caç. 3840 em 27OUT71

4 – CONDECORAÇÕES

- Nada

E – PERÍODO DE 01 A 30NOV71

1- BAIXAS

a. Em Combate

(1)– Mortos

- Soldado Atirador nº 13982770 – Fernando de Sousa Mota Magalhães, da C.Caç.3348,

em 26NOV71

(2)– Feridos ………………………………………………………………………………... nada

(3)– Desaparecidos …………………………………………………………………….. …. nada

(4)– Capturados pelo IN ………………………………………………………………….... nada

(5)– Indisponíveis além de 30 dias

- Soldado Atirador nº 08165570 – Bernardino Ribeiro Marinho da C.Caç. 3346

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….... nada

b. Por outras causas

(1)- Mortos ……………………………………………………………………………….... nada

(2)- Feridos…………………………………………………………………………………. nada

(3) – Desaparecidos ………………………….…………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN …………………………………………………………………... nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias

CCS

- Alferes Miliciano nº 08124370 – Médico Miguel Hart Campos

C.Caç.3347

- 1º Cabo Atirador nº 17217970 – Manuel Roque Dias

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole ……………………………………………. nada

2 - PUNIÇÕES

- Soldado Atirador nº 07637870 – António Almeida Gonçalves da C.Caç. 3348, 15 dias de prisão disciplinar

agravada, pelo COM/AM1, em 17NOV71

- Furriel Miliciano Enfermeiro nº 02704869 – Joel de Moura Figueiredo, da CCS, 10 dias de prisão disciplinar

agravada, pelo COM/AM1 em 19NOVT71

- Soldado Atirador nº 61788470 – U – José Afonso, do RI22 em diligência permanente na C.Caç. 3348, 30

dias de prisão disciplinar agravada, pelo COM/AM1, em 17NOV71

- Soldado Atirador nº 61387670 – U – Manuel Bolingo, do RI22, em diligência permanente na C.Caç. 3346, 10 dias de prisão disciplinar, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 1NOV71

3 – LOUVORES

- Alferes Miliciano nº 05850466 – Victor M. Neto Pacheco, do PelMort 2166, adido à CCS, pelo Comandante

do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- 2º Sargento Infantaria nº 50091111 – António Fernandes de Sousa, do PelMort 2166, adido permanente à

CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- Furriel Miliciano Atirador nº 08159069 – António Carlos A. Correia, do PelMort 2166, adido permanente à

CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- Furriel Miliciano Atirador nº 05300169 – Adérito Gil do Nascimento Valente, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- Soldado Apontador de Morteiro nº 02230669 – António Luiz dos Reis, do PelMort 2166, adido permanente à

CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- Soldado Apontador de Morteiro nº 04545669 – Manuel Fernando da Silva Carvalho, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- Soldado Apontador de Morteiro nº 04547269 – Guilherme António Cerqueira, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 15NOV71

- Soldado de Transmissões nº 04831869 – António Madeira Gonçalves Gois, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 19NOV71

- Soldado de Transmissões nº 15678469 – Armindo Lais dos Santos, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 19NOV71

- Soldado de Transmissões nº 03633669 – Manuel António Lopes dos Santos, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 19NOV71

- Soldado de Transmissões nº 02968869 – Manuel dos Santos Gerónimo Fernandes, do PelMort 2166, adido

permanente à CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em 19NOV71

4 – CONDECORAÇÕES

- Nada

F – PERÍODO DE 01 A 31DEZ71

1 - BAIXAS

a.Em Combate

(1)– Mortos ………………………………………………………………………………... nada

(2)– Feridos …………………………………………… ………………………………….. nada

(3)– Desaparecidos …………………………………………………………………….. …. nada

(4)– Capturados pelo IN ………………………………………………………………….... nada

(5)– Indisponíveis além de 30 dias ……………………………………………………........ nada

(6)– Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….... nada

b Por outras causas

(1)- Mortos ……………………………………………………………………………….... nada

(2)—Feridos

- Soldado Apontador de Morteiro nº 09344771 – Joaquim Manuel do Rosário Carreira do

PelMort 3060, adido à CCS, em 3DEZ71

(3) – Desaparecidos ………………………….…………………………………………….. nada

(4) – Capturados pelo IN ………………………………………………………………….. nada

(5) – Indisponíveis além de 30 dias

CCS

- 1º Cabo Escriturário nº 12412070 – Horácio Sobral Cordeiro

- 1º Sargento QSSGE nº 51341711 – João da Câmara Lyra Fernandes

C.CAÇ.3346

- Soldado Atirador nº 09023970 – António Alves da Silva

- Soldado Atirador nº 02324870 – José Raimundo Rodrigues da Silva

C.CAÇ.3348

- 1º Cabo Atirador nº 18145470 – Américo Alves Silva

- Soldado Atirador nº 13708670 – José Pinto Couto

(6) – Indisponíveis evacuados para a Metrópole ………………………………………….. nada

2 . PUNIÇÕES

- Alferes Miliciano Atirador nº 14164069 – Fernando Figueiredo dos Santos, da C.Caç.3346 8 dias de prisão

disciplinar pelo Comandante do COM/AM1, em 6DEZT71

- 1º Cabo Radiografista nº 01941170 – Alberto Correia Palhares, da C.Caç. 3347, 10 dias de detenção pelo

B.Caç. 3840, em 31DEZT71

- Soldado Mecanico Auto nº 11709870 – Carlos Manuel Gaspar Gonçalves da CCS , 15 dias de detenção pelo

B.Caç. 3840, em 22DEZ71

- Soldado Condutor Auto Rodas nº 08589470 – João Manuel Chaves, da CCS, 37 dias de prisão disciplinar

agravada, pelo Exmº Secretário de Estado do Exército, em 22DEZ71

- Soldado Atirador nº 14319070 – Manuel Brito Fontes, da C.Caç. 3347, 5 dias de detenção, pelo Comandante

da C.Caç. 3347 em 31DEZ71

- Soldado Atirador nº 60409070 – U – Diogo Manuel Bernardo, do RI22, em diligência permanente na C.Caç.

3346, 15 dias de detenção, pelo Comandante da B.Caç. 3840 em 31DEZ71

- Soldado Atirador nº 61021470 – U – Juvenal Tito, do RI22, em diligência permanente na C.Caç.

3346, 15 dias de detenção, pelo Comandante da B.Caç. 3840 em 29DEZ71

- Soldado Básico nº 03009769 – Joaquim António Calado Apolinário, do B.Cav. 2909, em diligência

permanente na C.Caç. 3346, 10 dias de detenção, pelo CMD/DAA, em 15DEZ71

- 1º Cabo Atirador nº 17217970 – Manuel Roque Dias, da C.Caç. 3347, 8 dias de prisão disciplinar , por Sua

Exª o Comandante da R.M.M, em 22DEZ71

3 – LOUVORES

- Furriel Miliciano Atirador nº 04097470 - António Manuel Borges Godinho, da C.Caç. 3346, pelo

Comandante do B.Caç. 3840 em 29DEZ71

- Furriel Miliciano Atirador nº 05848670 - António Manuel Gonçalves Simões, da C.Caç. 3346, pelo

Comandante do B.Caç. 3840 em 29DEZ71

- 1º Cabo Atirador nº 00892670 – Paulo Eduardo C.R. Sécio, da C.Caç. 3346, pelo Comandante do B.Caç.

3840 em 29DEZ71

- Soldado Atirador nº 05155770 – Victor Manuel M. Cristino, da C.Caç. 3346, pelo Comandante do B.Caç.

3840 em 29DEZ71

- Soldado Atirador nº 17117270 – Luis Ventura M. da Silva, da C.Caç. 3346, pelo Comandante do B.Caç.

3840 em 29DEZ71

- 1º Cabo Atirador nº 61994669 – U - André Canganjo, do RI22, em diligência permanente na C.Caç. 3347

Comandante do B.Caç. 3840 em 31DEZ71

- Referência elogiosa ao pessoal das Transmissões do Batalhão, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em

24DEZ71

- Louvados Colectivamente

- 1º Cabo Sapador nº 10772370 – José António O. Cunha, da CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em

20DEZ7

- Soldado Básico nº 174992370 – Diamantino Eliziário, da CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840, em

20DEZ71

- Soldado Atirador nº 08778870 – Victor Manuel Josué Gomes, da CCS, pelo Comandante do B.Caç. 3840,

em 20DEZ71

- Soldado Atirador nº 05565670 – Luis Santos Menó, da CCaç 3346, pelo Comandante do B.Caç. 3840,

em 20DEZ71

4 – CONDECORAÇÕES

- Nada

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018


ÓPTIMO 2018
Para todos os Combatentes, seus familiares e amigos

30º Encontro

30º Encontro